Polícia investiga morte de mais de 30 gatos em condomínio na Gávea

Mortes ocorreram após discussões entre moradores sobre a permanência dos animais no terreno do prédio

Por: Redação

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando a morte de mais de 30 gatos um condomínio no bairro da Gávea, na zona sul. A suspeita é de que os animais tenham sido envenenados.

As mortes aconteceram após discussões entre moradores sobre a permanência dos animais no terreno ao lado do prédio no final de janeiro, segundo o G1. Ps gatos vivem no local há décadas, dizem alguns moradores.

Crédito: Reprodução/TV GloboGatos vivem no local há décadas, dizem moradores

Os gatos sempre foram motivo de discussão no condomínio. Alguns moradores são contra a presença deles.

“A gente não consegue descobrir quem tem a capacidade, ou quais as pessoas que têm a capacidade de fazer uma maldade dessa”, disse Adriana dos Santos, moradora do local, ao G1.

De acordo com o síndico do condomínio, foi preciso pedir ajuda da Subem (Subsecretaria de Bem-estar Animal) para tentar mediar o caso entre os vizinhos.

Alguns moradores registraram queixa na delegacia da Gávea.

Quem tiver alguma denúncia sobre maus-tratos contra animais deve ligar para o 1746.

Maltratar um animal é crime!

Pode ser um cachorro que vive acorrentado na casa vizinha, um pet shop que mantém animais em gaiolas minúsculas ou até um cavalo que é explorado até o seu limite na rua. Todas essas situações ou qualquer outra que configure maus-tratos devem ser levadas a conhecimento da polícia e de entidades ambientais.

A Lei Federal prevê prisão de três meses a um ano para quem pratica maus-tratos, além de multa. Em caso de morte do animal, a punição pode ser aumentada de um sexto a um terço.

E a lei vale para todos, segundo a advogada Mônica Grimaldi, especializada em legislação de animais e área pet. “Seja criador, protetor, médico-veterinário ou detentor de animal, qualquer dessas circunstâncias é considerada crime de maus-tratos, sim”.

Se você ainda tem dúvidas, veja o que é considerado maus-tratos:

  • Abandonar
  • Ferir, mutilar ou envenenar
  • Manter preso permanentemente em correntes
  • Manter em locais pequenos e sem higiene
  • Não abrigar do sol, da chuva e do frio
  • Deixar sem ventilação ou luz solar
  • Não dar comida e água diariamente
  • Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido
  • Obrigar a trabalho excessivo ou superior à sua força
  • Utilizar animais em shows que possam lhe causar pânico ou estresse
  • Capturar animais silvestres
  • Promover violência como rinhas, farra-do-boi, dentre outros

Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas.

arte com tudo o que é considerado maus-tratos
Crédito: Camila Lustosa/Catraca LivreMaus-tratos contra animais: denuncie!

Saiba mais sobre o que pode ser feito caso você presencie um caso de violência a animais ilvestres ou domésticos