Por religião, Fernando Holiday diz não exercer homossexualidade

Conhecido por suas polêmicas declarações, o vereador explicou como a religião influencia seus relacionamentos nos dias atuais

Por: Redação | Comunicar erro

Em recente entrevista à revista Época, um dos mais representantes da nova política brasileira, o vereador paulistano e líder do MBL Fernando Holiday (DEM-SP) falou sobre temas como eleições, conservadorismo e sua orientação sexual – que, segundo ele, não a exerce em respeito aos mandamentos da Bíblia.

Conhecido por suas polêmicas declarações, o jovem vereador explicou como a religião influencia seus relacionamentos nos dias atuais. “O fato de eu namorar outro homem é um pecado. O fato de eu ter um desejo constante por outra pessoa do mesmo sexo, mas não fazer isso, não é um pecado. É a única saída em estar na igreja católica e ser homossexual”, afirmou.

Fernando Holiday
O coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), Fernando Holiday, protocola no Senado pedido de impeachment do presidente do STF, Ricardo Lewandowisk (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A pouco mais de três meses para as eleições presidenciais, Holiday defendeu o conservadorismo, em meio a uma tendência que ganha cada vez mais força no atual cenário político nacional.

Apesar disso, não poupou críticas àquele que desponta como o maior representante do pensamento de direita no país, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). “É preciso debater mais o que é conservadorismo no Brasil – e aí vem um saldo muito negativo do senhor Jair Messias Bolsonaro. O extremismo que ele representa e a forma como ele expõe suas ideias trazem uma impressão muito ruim do que seria o conservadorismo”.

Para as eleições de outubro, Holiday aposta em outro nome que está ganhando as atenções do eleitorado conservador: Flávio Rocha, dona da Riachuelo, notório apoiador dos deputados da bancada da Bíblia e da bala, pré-candidato à presidência pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB). Confira a reportagem na íntegra no site da revista Época. 

Leia também:  

Compartilhe:

1 / 8
1
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
2
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
3
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
4
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
5
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
6
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
7
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …
8
07:44
Saiba tudo sobre os métodos anticoncepcionais
Prevenção é essencial quando o assunto é relação sexual. Hoje, há outros modos de prevenção que vão além da pílula e …