Porteiro que depôs no caso Marielle vive com medo

De acordo com a Veja, o porteiro está "feito um animal acuado" e morando numa área controlada por milícias

Por: Redação

A revista Veja localizou o porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes.

A reportagem, assinada pelos jornalistas Leandro Resende e Sofia Cerqueira, revela que o homem está afastado do trabalho desde que a história veio à tona, em 29 de outubro.

Crédito: Reprodução/FacebookNo dia do assassinato de Marielle Franco, Bolsonaro estava em Brasília

Ele é o porteiro que afirmou que foi da casa de Bolsonaro que liberaram a entrada do ex-PM Élcio Queiroz, um dos suspeitos do assassinato de Marielle, no condomínio Vivendas da Barra, na zona oeste do Rio de Janeiro, no dia do crime.

De acordo com reportagem, o funcionário está “feito um animal acuado” e morando numa pequena casa com outros 15 parentes numa área controlada por milícias na zona oeste do Rio.

Segundo a Veja, o porteiro estava de férias quando prestou os depoimentos no começo de outubro e já deveria ter retornado ao trabalho. No entanto, diante da repercussão do caso, o condomínio decidiu por prorrogar sua licença e mantê-lo afastado por tempo indeterminado.

morte marielle bolsonaro suspeito casa
Élcio Queiroz (à dir.) encontrou com Ronnie Lessa (à esq.) dizendo que ia à casa de Bolsonaro

Entenda o caso

O porteiro revelou que no dia do crime, horas antes do assassinato, Élcio Queiroz entrou no condomínio dizendo que iria para a casa do então deputado Bolsonaro e que ele ligou para a casa do presidente, e que “seu Jair” liberou a entrada de Queiroz.

O porteiro ainda contou que depois de Élcio entrar, ele acompanhou a ida do carro pelas câmeras de segurança e viu que o carro na verdade parou na casa de Ronnie Lessa, casa 66 e não na de Bolsonaro, casa 58. Segundo o Ministério Público e a Delegacia de Homicídios, Lessa é o autor dos disparos que matou a vereadora e o motorista.

Esse funcionário do condomínio Vivendas da Barra que citou o presidente Jair Bolsonaro em depoimento à Polícia Civil não é o mesmo porteiro que aparece no áudio divulgado pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Saiba mais sobre o caso. 

1
Bolsonaro deixa o PSL para fundar um novo partido político
O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 12, que vai deixar o Partido Social Liberal (PSL) após quase dois anos …
2
Entenda a crise política na Bolívia em 8 minutos
Após 13 anos no poder, o presidente boliviano Evo Morales renunciou ao cargo no último domingo, 10, em meio a …
3
DPVAT e INSS: os impactos das medidas de Bolsonaro para a população
O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPs) que prometem mudar a vida dos brasileiros. O anúncio foi feito …
4
O retrato da violência doméstica no Brasil
Cerca de 13 mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil.  Em uma conta rápida, isso significa 4.750 mortes por …
5
O ambicioso plano de Paulo Guedes para a economia do Brasil
“Transformar o Estado Brasileiro” é o que pretende o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o pacote de ações que …
6
O que acontecerá com Lula e outros presos após a decisão do STF?
Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu mudar o entendimento sobre a prisão de condenados em …
7
03:52
No Brasil, 13,5 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema
Dados da última edição da Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, que analisa a qualidade de vida da população, mostra …
8
03:58
Por que o câncer do prefeito de SP está cada vez mais comum ?
Diagnosticado com um tumor no sistema digestivo, aos 39 anos, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresenta um …