Presidente do BB diz que curso sobre assédio fomenta rivalidade

Após puxão de orelha de Bolsonaro, Novaes diz que conceitos como diversidade foram capturados pela esquerda radical para fins políticos e ideológicos

Por: Redação | Comunicar erro
Rubem novaes
Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilRubem Novaes dá razão a Bolsonaro após críticas

Depois de Jair Bolsonaro criticar o Banco do Brasil por exigir de servidores um curso de ética, diversidade e de combate ao assédio sexual para serem promovidos, o presidente da instituição, Rubem Novaes, se posicionou dizendo também ser contra.

Em um e-mail encaminhado ao jornal O Globo, Novaes disse que conceitos como diversidade foram capturados pela esquerda radical para fins políticos e ideológicos a fim de fomentar uma “guerra cultural” que cria rivalidade entre negros e brancos, pobres e ricos, mulheres e homens, homossexuais e heterossexuais e até entre bandidos e “respeitadores da lei e da ordem”.

“A “guerra cultural” foi um tema sobejamente coberto na campanha presidencial e o povo manifestou nas urnas sua inconformidade com a utilização de conceitos politicamente corretos para fins negativos e inconfessáveis”, afirmou Novaes ao jornal.

Novaes ainda disse que Bolsonaro o chamou atenção ao saber dessa política no banco e que após ouvir o presidente deu inteira razão a ele.

O  conteúdo do curso trata – entre outros assuntos – de equidade de gênero, prevenção à violência contra a mulher e assédio sexual no trabalho.

Crédito: Agência Brasil/Alan SantosBolsonaro usou o Facebook para criticar conteúdo de curso

Para Bolsonaro, no entanto, tais questões deveriam ser tratadas na área da educação. “Olha só o nível de aparelhamento que existe no Brasil. Isso aqui é processo de educação. Não precisa fazer curso nesse sentido. Nos futuros editais, não teremos mais essa obrigatoriedade. Um conselho que eu dou a vocês é: que se, porventura, alguém que for aprovado no concurso e for exigido esse diploma, você pode entrar na Justiça, que tu vai ganhar (sic). Se bem que eu vou tentar junto ao Banco do Brasil ainda para que se evite isso”, escreveu em seu perfil no Facebook.

Leia mais no link abaixo:

Compartilhe:

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …