Últimas notícias:

Loading...

Projeto brasileiro de educação ambiental ganha prêmio internacional

Os moradores do entorno do Parque Estadual da Serra da Tiririca e do Parque Municipal Darcy Ribeiro, em Niterói, já estavam acostumados com a presença de simpáticos miquinhos na região. Sempre que os viam pulando entre as árvores, ofereciam alimentos.

Divulgação
Mico-leão-da-cara-dourada, espécie que está sendo levada novamente para o seu habitat nativo: a Bahia

Os animais são da espécie mico-leão-da-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas), e apesar de viverem ali, não são nativos do Rio de Janeiro. A espécie nativa do Rio é o mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia). Ambas estão ameaçadas de extinção e o encontro entre elas pode aumentar ainda mais o risco de sobrevivência destes animais, já que competem pelos mesmos alimentos e locais de dormida.

Para garantir a preservação das duas espécies, em 2011 o Instituto Pri-Matas para a Conservação da Biodiversidade iniciou trabalho de repatriamento, ou seja, transferência dos micos-leões-da-cara-dourada para seu habitat original, na Bahia.

E agora, o projeto de educação feito pela equipe do instituto junto com a comunidade local acaba de ser premiado internacionalmente. Leia mais neste post do site Conexão Planeta.

Compartilhe: