CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Projeto ‘Mulheres da Luz’ ajuda prostitutas no centro de SP

A ONG criou uma campanha de financiamento coletivo para comprar cestas de Natal às mulheres; veja como ajudar

Por: Heloisa Aun
Mulheres em situação de prostituição se reúnem em encontro do projeto
Crédito: Reprodução / Mulheres da LuzO projeto oferece oficinas e auxílio de saúde para as mulheres

Em 2013, Cleone Santos e a freira Regina Célia criaram uma ONG com o objetivo de auxiliar mulheres em situação de prostituição no Parque da Luz, na região central de São Paulo. Intitulado Mulheres da Luz, o coletivo tem como público, em sua grande maioria, negras e pardas, com mais de 40 anos, moradoras de regiões periféricas da cidade, com baixo nível de escolaridade e que vivem com até 1,5 salário mínimo.

Desde então, a organização promove a defesa dos direitos humanos dessas mulheres e oferece acesso a políticas públicas de assistência social, educação, saúde (física e mental) e cultura, passando pela formação técnica-humana com o objetivo de inseri-las no mercado de trabalho formal e promover a geração de renda.

Entre as atividades, estão grupos de reforço escolar, alfabetização e oficinas de costura. No total, 14 voluntárias participam no projeto, mas no dia a dia são apenas as duas coordenadoras e mais duas pessoas atuantes. “Buscamos uma forma de elevar a autoestima das mulheres e também as provocar para que vejam outras alternativas além da prostituição”, afirma Cleone em entrevista à Catraca Livre.

Cesta de Natal

Todos os anos, a ONG procura tornar mais feliz o Natal dessas mulheres em situação de vulnerabilidade e de suas famílias. O presente deste ano será uma cesta com itens para a ceia, como doces e uma ave ou carne. Para isso, a instituição lançou uma campanha de financiamento coletivo. Quer ajudar? Clique aqui.

A ideia é comprar 200 cestas de R$ 70 e 200 kits de beleza de R$ 30, o que totaliza R$ 20 mil. O coletivo também está em busca de alguma empresa que apoie o projeto, pois as voluntárias não recebem ajuda de nenhum órgão governamental.

“Ajude a fazer um Natal mais feliz para uma de nossas mulheres! Faça uma doação, mas se não puder, não tem problema, divulgue para as amigas e amigos!”, diz o site da vaquinha.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre a campanha:

Parque das Luzes

A história da iniciativa faz parte da HQ “Parque das Luzes”, feita pelas estudantes Cecília Marins, Maria Allice de Vicentis e Tainá Freitas como trabalho de conclusão de curso da Faculdade Cásper Líbero. A reportagem retrata a prostituição no Parque da Luz, o mais antigo da cidade. Leia na íntegra.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Heloisa Aun

Repórter de Cidadania na Catraca Livre. ("nossas costas / contam histórias / que a lombada / de nenhum livro / pode carregar" - Rupi Kaur)