Últimas notícias:
Loading...

Prova de vida do INSS é novamente obrigatória

Mais de 4,3 milhões de aposentados e pensionistas serão convocados para a prova de vida do INSS

INSS ira pagar reajustes diferentes nas aposentadorias; saiba detalhes
Créditos: Depositphotos/rmcarvalhobsb
INSS ira pagar reajustes diferentes nas aposentadorias; saiba detalhes

A Previdência Social anunciou que a prova de vida do INSS, que havia sido dispensada para alguns beneficiários, volta a ser obrigatória, gerando apreensão entre aposentados e pensionistas. Cerca de 4,3 milhões de pessoas serão convocadas para realizar a comprovação, sob o risco de terem seus salários bloqueados.

1. Prova de vida do INSS

A prova de vida do INSS tem como objetivo comprovar que os titulares de aposentadoria, pensão ou auxílio estão vivos. Essa verificação é essencial para garantir a lisura nos pagamentos e evitar possíveis irregularidades. Em janeiro de 2023, o procedimento passou por alterações significativas, deixando de ser responsabilidade do beneficiário e passando a ser conduzido pelo INSS.

2. Funcionamento modificado: cruzamento de dados e prova de vida digital

Desde a modificação, o INSS utiliza sistemas mais modernos e tecnológicos para realizar a prova de vida. Em vez de exigir que aposentados e pensionistas se desloquem até uma agência da Previdência ou do banco pagador, o INSS busca ativamente comprovar a vitalidade dos beneficiários. Esse processo envolve o cruzamento de dados com outras plataformas governamentais, como registros de vacinação, consultas no Sistema Único de Saúde (SUS), comprovantes de votação, entre outros.

3. Quem é obrigado a fazer a prova de vida do INSS?

Todos os segurados que recebem benefícios vitalícios estão sujeitos à prova de vida do INSS. Entretanto, caso o INSS não consiga efetuar a comprovação por meio do cruzamento de dados, a responsabilidade passa a ser do cidadão, que deve demonstrar que está vivo.

4. Convocação e prazo para prova de vida

A atual convocação abrange aniversariantes de janeiro, fevereiro e março que não foram encontrados no cruzamento de dados do governo, além daqueles que estão há mais de um ano sem realizar a prova de vida. Esses beneficiários recebem notificações por meio do aplicativo Meu INSS e de seus respectivos bancos, com um prazo de 60 dias para realizar a comprovação online. O não cumprimento dentro desse prazo pode resultar no bloqueio do benefício.

5. Como realizar a prova de vida no Meu INSS?

Para realizar a prova de vida online no Meu INSS, siga os seguintes passos:

  • Acesse o Meu INSS;
  • Informe seu CPF e senha;
  • Clique em “Do que você precisa?” e digite “Prova de vida”;
  • Se tiver biometria coletada no TSE ou Denatran, é possível realizar a prova de vida digital com o aplicativo Gov.br;
  • Caso não tenha biometria, a prova de vida pelo Meu INSS não é possível, sendo obrigatória a presença em uma agência da Previdência ou agência bancária.