CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Quadro exposto em museu é apreendido pela polícia em Campo Grande

Por: Redação
Polícia apreende obra após polêmica sobre pedofilia

A polêmica em torno do cancelamento da exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira”, em Porto Alegre, parece, infelizmente, já estar gerando frutos.

Segundo o site “Campo Grande News“, a Polícia Civil apreendeu na tarde desta quinta-feira, 14, o quadro “Pedofilia”, da artista plástica mineira Alessandra Cunha Ropre. A obra fazia parte da exposição “Cadafalso”, que acontece no Marco (Museu de Arte Contemporânea), no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, até o próximo dia 17.

Em cartaz no local desde julho, a mostra gerou uma denúncia à DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) por deputados estaduais que enxergaram apologia à pedofilia nas obras.  Os deputados Paulo Siufi (PMDB), Herculano Borges (Solidariedade) e Coronel David (PSC) alegaram que a obra da artista promove “sacanagens e desrespeito à família e aos bons costumes”

A obra apreendida reproduz a figura de um homem, com o órgão genital aparente, e uma criança em tamanho menor. A menina tem olhos grandes. Como figura de fundo, está um olho. A pintura também tem escrita a frase: “o machismo mata, violenta e humilha”.

Além do recolhimento de uma obra pela polícia, sob a acusação de incitação ao crime,a sala onde a mostra acontece recebeu película escura nos vidros das portas.

Leia matéria completa

  • Leia mais:

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.