Quem é Luciano Querido, novo presidente da Funarte e amigo do Carluxo

Após acompanhar Carlos Bolsonaro por cerca de 15 anos, Querido assume o cargo depois da passagem polêmica de Dante Mantovani na Funarte

Por: Redação

Luciano Querido, ex-assessor do vereador Carlos Bolsonaro, foi oficializado como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) nesta segunda-feira, 13. A nomeação foi assinada pelo ministro chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, e publicada no Diário Oficial da União.

luciano querido carlos bolsonaro
Crédito: Reprodução e Agência BrasilQuem é Luciano Querido, novo presidente da Funarte e amigo do Carluxo

Após acompanhar Carlos por cerca de 15 anos (de 2002 a 2017), Querido assume o cargo depois da passagem polêmica de Dante Mantovani na instituição. O novo presidente da Funarte é bacharel em direito, e tem formação em designer digital e tecnologia da informação.

Querido já ocupava a posição provisoriamente desde 7 de maio, quando substituiu Dante Montavani. O ex-assessor de Carlos é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de não ter formação específica e experiência profissional para o cargo. Por isso, o órgão chegou a pedir no início de julho que ele fosse suspenso.

Segundo o MPF,  a nomeação para o cargo nomeado exige experiência profissional de, no mínimo, 5 anos em atividades relacionadas as funções da Funarte; ter ocupado cargo comissionado, equivalente a DAS de nível 3 ou superior em qualquer Poder por, no mínimo, 3 anos; ou, possuir títulos de mestre ou doutor em área correlata às áreas de atuação do órgão ou em áreas relacionadas às funções do cargo.

Na ação, o MPF disse que a nomeação oferece “grave risco ao próprio funcionamento da Funarte”, e que podem ser causados “reais prejuízos na gestão e fomento à atividade produtiva artística brasileira”.

A relação de Luciano Querido com os Bolsonaros se estende a sua família também. Ele é casado com Luciana Alves Miranda Barbosa, que já esteve locada no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, de acordo com levantamento realizado pelo jornal O Globo.

O novo presidente da Funarte é padrasto de Allan e Isabella Alves Miranda Bastos, que também foram empregados nos gabinetes de Jair e Carlos Bolsonaro, respectivamente.

De acordo com um currículo publicado numa rede social, Luciano Querido atuou entre 2002 e 2017 no gabinete do Carluxo, na câmara de vereadores do Rio de Janeiro. Sua função seria cuidar de “toda a parte de informática, como designer gráfico, web designer e banco de dados e mídias sociais” do gabinete.

Compartilhe: