Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Revoltados com golpista, motoboys de app invadem casa de cliente

A agressão seria uma vingança por causa de golpes que o morador teria aplicado nos entregadores de comida

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Um grupo de motoboys que trabalham com entregas para aplicativos de comida invadiu uma casa e depredou o carro de um morador de Bauru, no interior de SP, O caso ocorreu no último domingo, 21.

De acordo com o grupo, a motivação para a revolta se deu porque o cliente aplicava golpes para não pagar pelos pedidos que realizava. As informações são do G1.

 motoboys
Crédito: Reprodução/TV TEM Revoltados com golpista, motoboys de app invadem casa de cliente

Nas imagens que cuculam nas redes sociais, é possível ver que mais de 20 entregadores derrubando o portão da garagem e, em seguida, entrando na casa e depredando o veículo.

Segundo os entregadores, o homem efetuava o pedido, recebia a entrega e depois registrava uma queixa junto ao aplicativo dizendo que a entrega não havia sido concluída. Com isso, os entregadores responsáveis pela entrega ficavam impedidos de trabalhar.

Em entrevista à TV TEM, afiliada da TV Globo, o delegado Eduardo Herrera afirmou que não foi registrado boletim de ocorrência.

Em nota, o aplicativo iFood informou que abrirá investigação sobre o ocorrido. Além disso, argumentou que os entregadores não têm acesso ao feedback dos clientes.

“O iFood trabalha constantemente para dar mais clareza sobre sua política de desativação de usuários e que essa medida só é tomada quando há descumprimento dos termos e condições de utilização da plataforma, como casos de extravio, fraudes de pagamento e cessão de contas a terceiros”. Já o Rappi, outro aplicativo de delivery usou o mesmo argumento. “O processo é completamente sigiloso e apenas o time interno do Rappi pode visualizar as informações”.

O sindicato que representa os trabalhadores do setor em Bauru e região disse em nota que repudia a ação cometida pelos entregadores e que, se identificados, os membros integrantes da associação que participaram da depredação serão desligados.

Compartilhe:

Tags:#Apps