Últimas notícias:

Loading...

Rubble, o gato mais velho do mundo, morre aos 31 anos

A tutora conta que o gatinho foi seu presente de aniversário de 20 anos

Rubble, reconhecido como o gato mais velho no mundo, morreu na última sexta-feira, 3, aos 31 anos de idade, o equivalente a 150 anos humanos. Ele vivia com a sua tutora, Michele Heritage, na Inglaterra. Ela conta que o gatinho foi seu presente de aniversário de 20 anos e desde então, mais de três décadas depois, foram companheiros inseparáveis até o último dia de vida do gatinho.

Todos querem saber: cães e gatos podem contrair coronavírus?

Arquivo pessoal

Michele disse em uma entrevista ao portal britânico The Mirror que acredita que o segredo da longevidade do gato Rubble pode estar no fato de ele sempre ter sido tratado com o mesmo cuidado dedicado a uma criança humana. A causa da morte não foi divulgada.

Além do gato, que estava prestes a completar 32 anos, a tutora também tutelou a gatinha Meg, que faleceu aos 25 anos.

Confira o final desta história e outras notícias inspiradoras sobre animais na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

ANDA

Em parceria com ANDA

Agência de Notícias de Direitos Animais e maior portal de notícias sobre animais do mundo.

Compartilhe:

Tags:#Gato

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário ANDA

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.