Ruralista aliado de Bolsonaro defende desmatamento

'Nesses últimos governos, de FHC e os do PT, começou a ter uma misturança ideológica em cima desta questão ambiental', disse Luiz Antonio Nabhan Garcia

Carlos Bolsonaro, Jair Bolsonaro, Luiz Nabhan Garcia e Eduardo Bolsonaro 
Crédito: Reprodução / FacebookDa esq. para a dir.: Carlos Bolsonaro, Jair Bolsonaro, Luiz Nabhan Garcia e Eduardo Bolsonaro

Cotado para assumir o Ministério da Agricultura em um possível governo do candidato Jair Bolsonaro (PSL), Luiz Antonio Nabhan Garcia defendeu, em entrevista à Folha de S.Paulo, a fusão da pasta com o Desenvolvimento Agrário e o Meio Ambiente. Segundo ele, isso acabaria com a “misturança ideológica” na questão ambiental.

“A questão ambiental está muito ligada ao campo, como Amazônia Legal e agronegócio. Nesses últimos governos, de FHC e os do PT, começou a ter uma misturança ideológica em cima desta questão ambiental. E na questão da economia também, porque existem milhares de ONGs aqui no Brasil com interesses escusos”, disse Nabhan, presidente da UDR (União Democrática Ruralista).

“Criou-se uma fantasia, uma lenda, onde, no Brasil, o cara que degrada o meio ambiente é o produtor rural. É exatamente o contrário. Esse produtor rural é o maior conservador do meio ambiente”, completou o conselheiro de Bolsonaro.

Questionado pela reportagem se cabe mais desmatamento na Amazônia, o presidente da UDR afirmou que é “óbvio” que sim. “O sujeito tem uma propriedade, comprou e pagou. A lei diz que em área de floresta eu tenho direito de abrir 20% e deixar 80% de reserva e, na área de cerrado, de abrir 65% e deixar 35% de reserva legal. Está na lei. A lei vigente.”

Nabhan também declarou ser a favor da saída brasileira do Acordo de Paris, assim como Bolsonaro, e citou o fim da “indústria da multa” pelos fiscais do Ibama. Para ele, há “muita fantasia, muita lenda” sobre o aquecimento global.

Dono de propriedades em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, ele é contra o desmatamento zero, mas defende o atual modelo do Código Florestal.

Veja a entrevista na íntegra.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
2
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
3
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
4
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
5
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
6
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
7
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …
8
04:17
Últimas notícias sobre a tragédia em Suzano