Sara Winter chama Alexandre de Moraes de ‘merda’ por ser investigada

Investigada pela Polícia Federal, no inquérito que tramita no STF sobre fake news, a bolsonarista ainda disse: "Vou te ensinar a virar homem"

Por: Redação

A bolsonarista Sara Winter chamou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes de ‘merda’, nesta quarta-feira, 27. A blogueira se revoltou com o ministro por ele tê-la incluído nas investigações da Polícia Federal no inquérito sobre fake news que tramita no STF.

sara winter alexandre de moraes
Crédito: Reprodução e Agência Brasil/Marcelo CamargoSara Winter chama Alexandre de Moraes de ‘merda’ por ser investigada

Sara Winter foi até a frente do prédio do Supremo para gravar o vídeo atacando Alexandre de Moraes, relator do inquérito sobre fake news no STF. A blogueira está acampada em Brasília liderando um grupo que diariamente ataca e ameaça os ministros da Suprema Corte.

Logo após a ação da PF em sua casa, onde seu celular e notebook foram apreendidos, Sara Winter gravou um vídeo nas redes sociais chamando Alexandre de Moraes para “trocar soco” e disse que ele nunca mais terá paz.

“Se eu pudesse, eu já estava na porta da casa dele convidando ele para trocar soco comigo. Juro por Deus, essa é minha vontade, eu queria trocar soco com esse f… da p…, com esse arrombado. Infelizmente eu não posso, ele mora lá em São Paulo, né? Pois você me aguarde, Alexandre de Moraes, o senhor nunca mais vai ter paz”, ameaçou a ativista, que está em Brasília.

“A gente vai descobrir os lugares que o senhor frequenta, quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor. A gente vai descobrir tudo da sua vida. Até o senhor pedir para sair. Hoje o senhor tomou a pior decisão da vida do senhor”, declarou.

Horas depois, a blogueira gravou um novo vídeo atacando Alexandre de Moraes e o desafiando a mandá-la para a prisão.

“Os verdadeiros democratas somos nós, nós que estamos lutando pela tripartição do poder. Isso aqui é tripartição? Se isso aqui for tripartição, pega essa tripartição e enfia no seu cu, Alexandre de Moraes. Seu filho da puta, arrombado do caralho. Seu merda. Manda me prender, seu merda. Covarde do caralho. Nem homem você é, vou te ensinar a virar homem. Nem isso você é. Sua mãe deve ter vergonha de você”, vociferou.

O ministro informou que vai pedir ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que tome providências cabíveis em relação aos ataques da ativista.