Últimas notícias:

Loading...

SP anuncia retirada da exigência do uso de máscara ao ar livre

A partir de 11 de dezembro o governo vai liberar, mesmo que as metas quanto a óbitos, casos, internações e vacinação não tenham sido alcançadas

Por: Redação

O governo de São Paulo anunciou o estado será liberado da exigência obrigatória de de máscara, ao ar livre, a partir do dia 11 dezembro, mesmo sem ainda ter atingido a meta estipulada de redução de indicadores da pandemia de covid-19 ter sido alcançada.

Crédito: Governo do Estado de São PauloSP anuncia retirada de exigência de máscara ao ar livre, sem atingir metas

O anúncio foi feito, nesta quarta-feira, 24, pelo governador João Doria (PSDB), durante coletiva de imprensa.

O Comitê Científico, formado por um grupo de especialistas que orientam o governo endessou a proposta anunciada por Doria.

Nesta quarta feira, a média diaria de mortes por covid-19 foi de 61. Isso representa um aumento de 34% em relação ao registrado há 14 dias atrás. Para especialistas, esses dados demonstram uma tendência de alta.

A média diária de casos é de 1.289. Isso quer dizer um aumento de  10%, se comparado com 14 dias atrás, apontando tendência de estabilidade.

Metas de redução dos indicadores da pandemia de covid-19

O governo de São Paulo decidiu, no final do mês passado, condicionar a flexibilização aos seguintes indicadores:

  • Vacinação completa de 75% da população
  • Média diária de casos abaixo de 1.100
  • Média diária de mortes abaixo de 50
  • Média diária de internações abaixo de 300

Até o momento, nenhumas das metas foi alcançada. Veja os dados desta quarta-feira:

  • Vacinação completa da população: 74,5%
  • Média diária de casos: 1.289
  • Média diária de mortes: 61
  • Média diária de internações: 318

Doria garantiu que o estado deve atingir 75% da população vacinada nesta quinta-feira. Porém, quanto aos outros indicadores não há previsão, pois eles dependem da queda no ritmo de novos casos, mortes e interações.

Vale destacar que mesmo o governo do Estado liberando, as Prefeituras têm autonomia para determinar se continuam ou não com o uso obrigatório de máscaras por mais tempo.

Compartilhe: