Últimas notícias:

Loading...

Suspeito de matar a mulher, homem foge e morre carbonizado no Paraná

O homem estava em um carro que segundo a polícia, pegou fogo após bater numa árvore; Entenda o caso:

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Um homem, de 54 anos, suspeito de matar a mulher, de 25 anos, morreu carbonizado após seu carro pegar fogo na PR-281, em Salto do Lontra, no sudoeste do Paraná, no domingo, 29, enquanto ele fugia.

carro carbonizado
Crédito: Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual (PR)Suspeito de matar a mulher, homem foge e morre carbonizado no Paraná

Segundo a Polícia Militar (PM), o homem é o principal suspeito de ter matado a companheira momentos antes do acidente  ele é suspeito de ter matado a companheira, de 25 anos, pouco tempo antes do acidente que o levou a morte carbonizado.

O carro bateu em uma árvore enquanto o homem fugia, segundo informações da Polícia Militar.

Pessoas relataram à polícia que o homem atirou contra a vítima durante uma discussão que aconteceu numa casa noturna, em Realeza, também no sudoeste do Paraná.

De acordo com a polícia, as testemunhas contaram que o homem atirou, pelo menos, duas vezes contra a mulher. Após os disparos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas a jovem morreu no local.

A polícia ainda informou que soube do acidente que culminou na morte do homem suspeito pela morte da mulher, enquanto atendia a ocorrência da vítima.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), com a batida, o carro ficou destruído pelo fogo às margens da rodovia.

Feminicídio

O feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher ou em decorrência de violência doméstica.

Quando o assassinato de uma mulher é decorrente, por exemplo, de latrocínio (roubo seguido de morte) ou de uma briga entre desconhecidos ou é praticado por outra mulher, não há a configuração de feminicídio.

Saiba mais sobre feminicídio clicando aqui.