Terreiro de candomblé é vandalizado no Rio

"A intolerância religiosa está num nível nunca antes visto", lamentou o pai de santo

Por: Redação

Na madrugada deste sábado, 1°, o terreiro de candomblé Ase Olode Ala Orum, que fica em Madureira, zona norte do Rio, foi novamente depredado. A frente do templo foi destruída e telhas foram arrancadas. Com 19 anos de existência, esse foi o segundo ataque registrado em quatro meses.

Candomblé é uma cultura que deve ser respeitada

“A intolerância religiosa está num nível nunca antes visto”, disse pai de santo Paulo César de Albuquerque em entrevista ao “Extra”. Na primeira ação dos vândalos, todas as imagens foram destruídas.

“Qualquer dia vamos ter que voltar a tocar no mato porque em nossos barracões não podemos mais.”

Compartilhe: