OMS retira transexualidade da lista de doenças mentais

A última atualização da norma foi feita há 28 anos

Por: Redação | Comunicar erro
Transexualidade: manifesto realizado na praia de Copacabana lembra as vítimas da transfobia no Brasil
Transexualidade: manifesto realizado na praia de Copacabana lembra as vítimas da transfobia no Brasil

A transexualidade não é mais considerada uma doença mental pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A nova edição da Classificação Internacional de Doenças (CID), publicada nesta segunda-feira, 18, retirou a definição do termo como “transtorno de identidade de gênero”, deixando de ser uma “doença mental”, mas continua na lista como “incongruência de gênero”.

A última atualização do catálogo foi feita há 28 anos. “A lógica é que, enquanto as evidências são claras de que [a transexualidade] não é um transtorno mental, pode causar enorme estigma para as pessoas que são transexuais e, por isso, ainda existem necessidades significativas de cuidados de saúde que podem ser melhores se a condição for codificada sob o CID”, diz a OMS em nota no site oficial.

Na última década, especialistas da organização analisaram os dados científicos mais recentes para formar um novo padrão a ser utilizado por profissionais da saúde do mundo inteiro. O prazo para cada país se adaptar à CID é 1º de janeiro de 2022.

A CID-11, segundo a OMS, “mapeia a condição humana do nascimento à morte: qualquer ferimento ou doença que encontramos na vida – e qualquer coisa que pode nos levar à morte – está codificada”. A norma foi idealizada para que os países tenham os dados estatísticos e epidemiológicos sobre sua situação sanitária e possam criar programas a partir disso.

Até a mudança, as pessoas que não se identificavam com o gênero de nascimento eram consideradas doentes mentais, conforme a classificação da OMS. Com a alteração, a organização mantém a transexualidade dentro da classificação para que uma pessoa possa ter ajuda médica quando precisar.

Leia também:

1 / 8
1
02:09
Maioria reprova mudanças para o trânsito propostas por Bolsonaro
De acordo com uma pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo, dia 14, a maioria da população reprova o projeto de lei …
2
02:00
Jair Bolsonaro volta a defender filho Eduardo na embaixada nos EUA
Alvo de críticas desde a última semana por indicar Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, …
3
04:13
Eduardo Bolsonaro ganha bolsa embaixada de seu pai
O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que pretende indicar seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, como embaixador do …
4
06:27
Previdência: entenda como pode ficar a sua aposentadoria
A Câmara dos Deputados aprovou com 379 votos o texto-base da reforma da Previdência. No entanto, a proposta ainda pode …
5
01:58
Desastre na Bahia: Barragem se rompe e moradores deixam suas casas
Uma barragem se rompeu na cidade de Pedro Alexandre, a 435 quilômetros de Salvador, na Bahia, na manhã desta quinta-feira, …
6
16:59
Glenn no Senado: confira os principais momentos do depoimento
O jornalista Glenn Greenwald, editor do portal The Intercept Brasil, foi ao Senado prestar esclarecimento sobre o vazamento das mensagens …
7
03:14
Dimenstein: Por que eu defendo a reforma da previdência?
A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 10, o texto principal da reforma da Previdência. O placar foi de 379 votos a …
8
03:22
Dimenstein: por que eu defendo Tabata Amaral?
Em meio à polêmica envolvendo a votação pela reforma da Previdência, que aconteceu nesta quarta-feira, 10, no plenário da Câmara, …