CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

OMS retira transexualidade da lista de doenças mentais

A última atualização da norma foi feita há 28 anos

Por: Redação
Transexualidade: manifesto realizado na praia de Copacabana lembra as vítimas da transfobia no Brasil
Transexualidade: manifesto realizado na praia de Copacabana lembra as vítimas da transfobia no Brasil

A transexualidade não é mais considerada uma doença mental pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A nova edição da Classificação Internacional de Doenças (CID), publicada nesta segunda-feira, 18, retirou a definição do termo como “transtorno de identidade de gênero”, deixando de ser uma “doença mental”, mas continua na lista como “incongruência de gênero”.

A última atualização do catálogo foi feita há 28 anos. “A lógica é que, enquanto as evidências são claras de que [a transexualidade] não é um transtorno mental, pode causar enorme estigma para as pessoas que são transexuais e, por isso, ainda existem necessidades significativas de cuidados de saúde que podem ser melhores se a condição for codificada sob o CID”, diz a OMS em nota no site oficial.

Na última década, especialistas da organização analisaram os dados científicos mais recentes para formar um novo padrão a ser utilizado por profissionais da saúde do mundo inteiro. O prazo para cada país se adaptar à CID é 1º de janeiro de 2022.

A CID-11, segundo a OMS, “mapeia a condição humana do nascimento à morte: qualquer ferimento ou doença que encontramos na vida – e qualquer coisa que pode nos levar à morte – está codificada”. A norma foi idealizada para que os países tenham os dados estatísticos e epidemiológicos sobre sua situação sanitária e possam criar programas a partir disso.

Até a mudança, as pessoas que não se identificavam com o gênero de nascimento eram consideradas doentes mentais, conforme a classificação da OMS. Com a alteração, a organização mantém a transexualidade dentro da classificação para que uma pessoa possa ter ajuda médica quando precisar.

Leia também:

1
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
2
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
3
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
4
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
5
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …
6
Guia Negro Entrevista: O que é ser um corpo negro no mundo?
Neste décimo e último episódio da terceira temporada do Guia Negro Entrevista, o programa revisita seu passado para apresentar um …
7
Vídeo da reunião de Bolsonaro com Moro pode incriminar o presidente? Entenda
E não é que a exibição do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril citado pelo ex-ministro Sergio …
8
3 países que mostraram que é possível conter o coronavírus
Nova Zelândia, Alemanha e Taiwan. O que esses três locais têm em comum? Eles mostraram para o mundo que ações rápidas …