Trump diz que se seguisse Bolsonaro teriam milhões de mortos nos EUA

"Se tivéssemos agido assim, teríamos perdido 1 milhão, 1,5 milhão, talvez 2,5 milhões ou até mais" disse o presidente dos Estados Unidos

Por: Redação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou, nesta sexta-feira, 5, que se tivesse seguido o combate ao novo coronavírus adotado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), milhões de pessoas teriam morrido nos EUA.

trump bolsonaro
Crédito: Agência Brasil e Reprodução/TVGloboTrump diz que se seguisse Bolsonaro teriam milhões de mortos nos EUA

Trump afirmava, em pronunciamento, em frente a Casa Branca, que o fechamento das fronteiras para poupar vidas nos EUA foi eficaz.  “Fechamos nosso país. Salvamos, possivelmente, 2 milhões, 2,5 milhões de vidas. Poderia ser só um milhão de vidas, acho que não menos que isso. Mas se considerarmos que estamos em 105 mil hoje em dia, o número de vítimas seria pelo menos 10 vezes maior. É o que se acredita como mínimo se fizéssemos (imunidade de) rebanho”, disse.

Em seguida, comparou a situação do Brasil e da Suécia e disparou: “Se você olha para o Brasil, eles estão num momento bem difícil. E, falando nisso, continuam falando da Suécia. Voltou a assombrar a Suécia. A Suécia também está passando por dificuldades terríveis. Se tivéssemos agido assim, teríamos perdido 1 milhão, 1,5 milhão, talvez 2,5 milhões ou até mais”.

Vale destacar que Trump minimizou a ameaça do vírus no inicio da pandemia nos EUA. Agora, o coronavírus já matou mais de 108 mil no país, o maior número de vítimas de todo o mundo.

O Brasil superou a Itália em número de mortos por complicações da Covid-19 na quinta-feira, 4. O país acumula 34.021 vidas perdidas durante a pandemia e está atrás apenas do Reino Unido e dos Estados Unidos, segundo o balanço mais recente do Ministério da Saúde.