Últimas notícias:

Loading...

Vídeo: Como identificar um abuso no ginecologista?

Por: Redação
Ser vítima de abuso médico parece inimaginável para muitas mulheres, mas, infelizmente, os casos se espalham pelo país e ficam impunes pela falta de divulgação. São nos consultórios ginecológicos que o crime é praticado com maior frequência, só que grande parte das pacientes tem dificuldade de identificar o que estão vivenciando ou de falar abertamente sobre isso.

De acordo com Ana Paula Meirelles Lewin, Defensora Pública e Coordenadora do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher da Defensoria Pública do Estado de São Paulo (NUDEM), qualquer tipo de intervenção médica que gere constrangimentos ou que faça com que a mulher se sinta ofendida, pode enquadrada como violência.

Para denunciar, a paciente pode buscar ajuda na ouvidoria do hospital em que o atendimento foi realizado ou no Conselho Regional de Medicina, no Conselho Federal de Medicina e no próprio Ministério da Saúde.

No vídeo acima, você pode conferir a entrevista completa com Ana Paula Meirelles Lewin para saber como se proteger.

Compartilhe:

?>