Últimas notícias:

Loading...

Vídeo mostra PMs derrubando e imobilizando mulher com bebê no colo

Caso aconteceu na cidade de Itabira, em Minas Gerais, e está causando grande revolta nas redes sociais

Por: Redação

Um caso revoltante que aconteceu nesta sexta-feira, 5, em Itabira, Minas Gerais, causou revolta nas redes sociais. Dois PMs foram flagrados abordando com violência uma mulher com um bebê no colo e a derrubando no chão. Um dos policiais a imobiliza com o joelho no pescoço, apesar de segurar o bebê.

pm itabira
Crédito: Reprodução/TwitterPMs derrubam mulher com bebê no colo no chão em Itabira

Além do bebê, outro menino pequeno foi separado da mãe na hora da violência policial, e ele teve que presenciar toda a ação em desespero. Nas imagens, ele grita e tenta defender a mulher, mas é afastado pelos PMs e amparado por testemunhas.

Quando a mulher já estava no chão com o joelho do PM em seu pescoço, outras pessoas que estavam próximas à cena tentaram interferir e uma deles pegou o bebê no colo. Depois de algemada, a mulher foi levada pelos PMs a uma viatura.

O prefeito da cidade de Itabira, Marco Antônio Lage (PSB), manifestou-se nas redes sociais. Ele afirma que repudia as imagens e pede por apuração do que ocorreu.

“Com a responsabilidade de prefeito municipal, manifesto minha repulsa diante das imagens de uma abordagem policial, ocorrida no início da noite em Itabira. As lamentáveis cenas que já circulam em redes sociais e sites de notícias de todo o país precisam ser apuradas com rapidez e rigor. Este não é o procedimento padrão das nossas escolas militares e do Comando Geral da Corporação. Precisamos e apoiamos uma PM parceira da comunidade e que saiba lidar com situações limites. Especialmente em se tratando de ocorrências envolvendo mulheres e crianças.”

Nas redes sociais, internautas ficaram consternados com a atitude da Polícia Militar. Muitos pediram para que o caso seja investigado e que os PMs sejam punidos.

“Como isso pode ser aceitável? Nojo da PM de MG. Itabira aceito isso? O Brasil aceita isso?”, questionou uma internauta.

“A PM de Itabira é um desserviço pra população. Se sentem superiores porque usam uma farda e arma na cintura. Racistas! Que a justiça seja feita”, disse outra.

“É preciso investigar a ação da PM de Itabira!”, pediu um usuário.