Desafio: 3 milhões de assinaturas para Temer vetar aumento do STF

Informar

Ximbinha nega ter agredido Joelma e faz acusações: ‘Ela é doente’

Em entrevista, a cantora paraense revelou episódios de violência doméstica que sofreu durante casamento de anos com o guitarrista

Por: Redação | Comunicar erro
joelma ximbinha
Crédito: DivulgaçãoJoelma foi casada com Ximbinha, com quem também dividia os palcos profissionalmente

O guitarrista Ximbinha, ex-marido da cantora Joelma, publicou um vídeo nas redes sociais se defendendo das acusações feitas pela paraense, que o acusa de violência doméstica em diversas ocasiões, durante os 18 anos em que foram casados.

Na gravação, o artista faz acusações sobre Joelma, questiona a veracidade dos fatos expostos pela famosa, alega que ela é “doente” e “vingativa” e se diz inocente.

“Essa semana saíram muitas notícias a meu respeito. A Joelma deu umas declarações que me deixaram muito triste. Quero deixar claro para vocês que essas acusações que a Joelma tem feito esses anos todos são caluniosas, mentirosas. Esse semana ela extrapolou. Ela disse que eu tinha tentado jogar ela de um prédio”, disse ele, citando entrevista da cantora à revista Marie Claire.

Ximbinha aproveita a oportunidade para refutar que ele tenha sido o responsável por afastar Joelma de sua própria família, e disse que a paraense chegou a expulsar a mãe e a irmã de casa, chamando-as, inclusive, de “ladras”.

“Vocês não conhecem a Joelma, ela é uma pessoa extremamente autoritária, difícil de se lidar. Ela fala que eu a afastei da família dela. Ela não conta que expulsou a mãe dela de dentro de casa, de dentro da fazenda que era da Joelma, e ela morava. Expulsou a mãe como ladra, dizendo que a mãe roubava dela. Tirou a irmã, que morava dentro da nossa casa e cuidava dos nossos filhos, tirou a irmã como ladra. O irmão dela, que era gerente na fazenda dela, ela tirou como ladrão. Vocês não sabem disso, né?”, diz ele.

joelma ximbinha
Crédito: Reprodução/InstagramJoelma e Ximbinha ficaram casados por 18 anos

Em seguida, o guitarrista continua dizendo que ela, Joelma, expulsou a filha “ainda moça, jovem, adolescente de casa dizendo que a filha dela iria fazer mal a Yasmin, ia chegar até a matar a Yasmin. Sabe quem revelou isso pra ela? Uma oração que teve com a guru que anda orientando ela”, afirmou.

“Ela acabou com nosso trabalho sem eu saber. Nós chegamos no programa de televisão, ela começou a falar, falar… Quando eu vi, ela disse que a banda ia acabar em tal dia. Eu fiquei desesperado porque era o único meio de sobrevivência que eu tinha. Eu vivi em função dessa banda durante 16 anos. Ela acabou com a banda, a meu ver, de maneira irresponsável. Tínhamos muitos funcionários e até hoje esse pessoal está esperando receber indenização. Ela faz tudo do jeito dela, tudo. Todos os empresários da banda, ela tirou como ladrão e todos são meus amigos até hoje”, disse o artista.

À Marie Claire, Joelma afirmou que seu ex-marido estaria desviando dinheiro da empresa deles.

Por fim, Ximbinha diz que sua ex-companheira afastou os filhos dele, e acusou-a de estar “doente”: “ela precisa urgentemente de ajuda”.

“Filho precisa do pai também, não só da mãe. Ela afastou meus filhos dos meus pais. Uma pessoa estagnou sua vida só por vingança, essa mulher não faz outra coisa além de tentar se vingar de mim. Eu recomecei minha vida do zero, eu passei esse tempo todo recomeçando, projeto em cima de projeto, nunca desisti do meu trabalho. Toda vez que tento me reerguer ela começa com essas calúnias tentando me prejudicar. Eu não estou melhor porque não tenho meus filhos do meu lado”, completou.

Ótima tarde para vocês 😘❤️

32.3k Likes, 895 Comments – Joelma 🎤 (@joelmaareal) on Instagram: “Ótima tarde para vocês 😘❤️”

Em entrevista, Joelma relatou episódios de violência doméstica que sofreu durante seu casamento com Ximbinha. Segundou contou, a primeira agressão aconteceu dois anos após eles terem se conhecido em 2000. Ela disse que tinha “vergonha” das pessoas vê-la com “o rosto cheio de hematomas”.

“Ele reclamava que profissionalmente me respeitavam mais do que ele. Isso o deixava irado”, contou a artista, salientando que chegou a ficar três dias trancada em um quarto de hotel por causa das violências.

Em uma outra ocasião, Joelma disse que Ximbinha a agrediu após exagerar na bebida. “Naquela tarde [quando a violência ocorreu] ele já estava bebendo havia uns dois dias, virado. Pedi pra alguém avisar que estava passando do limite. E essa pessoa foi chamá-lo. Estávamos numa casa em Recife, que tinha um segundo andar com uma varanda sem proteção, e lá embaixo havia um muro com umas armações de ferro. Ele veio transtornado porque eu tinha mandado chamá-lo e começou a bater a própria cabeça na parede”.

“As pessoas escutaram e pensaram que ele estava batendo a minha cabeça na parede. Uma pessoa dizia pra outra: ‘poxa, eu queria ir lá, mas estou com medo’. Até que um cantor da banda foi. Quando ele chegou, [Ximbinha] pegou o meu cabelo, saiu me arrastando e ia me jogar lá embaixo, nos ferros. O cantor o impediu. Não sei o que aconteceria comigo. Se perderia a minha vida, se ficaria aleijada”, explicou a artista.

Crédito: Reprodução/InstagramJoelma comentou sobre Ximbinha ter sido enquadrado na Lei Maria da Penha

Joelma e Ximbinha permaneceram casados por 18 anos até que anunciaram a separação em 2015. No entanto, o motivo do término não foi a violência doméstica, mas traição e desvio de dinheiro.

“Descobri que ele estava havia quase três anos com outra mulher. E que nesse mesmo tempo, desviava dinheiro da nossa empresa. E, apesar dos episódios de agressões anteriores, eu não sentia desconfiança ou ciúmes, não era do tipo que olhava o celular do marido. Sabia a senha e não olhava. Então um dia mandaram uma mensagem pra mim: ‘Quer saber a verdade? Olha o celular dele’. E realmente, quando peguei o celular descobri que me traía. A partir daí, parei de sorrir. Decidi na hora que me separaria”, detalhou.

Violência contra a mulher

Atualmente, só no Brasil, o número de mulheres que morrem ou são violentadas é alarmante e demanda conscientização sobre os direitos e liberdades de cada um. No período de 1 ano, entre março de 2016 e 2017, o país registrou 8 casos do crime por dia.

Saiba como funciona a Central de Atendimento à Mulher – ligue 180
Assédio e violência são as principais preocupações das mulheres. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Ipsos em 27 países, incluindo o Brasil. Entenda o estudo.

Lei Maria da Penha: Joelma diz que Ximbinha ainda cumpre pena

Compartilhe: