31ª Bienal: artista “filma” implosão do Templo de Salomão

A íntegra do filme poderá ser conferida na 31ª Bienal de São Paulo

Por: Redação | Comunicar erro

A artista israelense Yael Bartana decidiu demolir o templo de Salomão e gravar tudo em vídeo. A simulação foi feita no galpão de uma escola de samba, onde a construção foi reproduzida em detalhes.

A ficção “Inferno” tem 22 minutos de duração e foi possível graças à ajuda de efeitos visuais feitos em computador. No filme, é possível acompanhar o templo pegando fogo, desmoronando completamente e dando lugar a um grande paredão onde as pessoas vão rezar.

A história se baseou nos dois templos de Salomão que existiram em Jerusalém. O primeiro foi destruído em 584 a.C. e o segundo, em 64 d. C, dando origem ao Muro das Lamentações.

A artista decidiu criar a película quando descobriu que um terceiro Templo de Salomão estava sendo erguido no Brasil. O vídeo fará parte da 31ª Bienal de São Paulo, que abre as portas no dia 6 de setembro.

Via VejaSP

Compartilhe: