Publicidade

Entreter

Fotógrafo diz que se tornou ‘em um deles’ ao fazer retratos de moradores de rua

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Lee Jeffries publicou um ensaio fotográfico com retratos de moradores de rua os quais chamou a atenção de muita gente. Ele comenta que recebeu milhares de mensagens em sua caixa de e-mails. Algumas, questionando qual câmera ele usa, como consegue o fundo preto ou se ele pode contratar pessoas como aprendizes.

“As perguntas são variadas, mas todas giram em torno de um tema central… eles veem o sucesso aparente de minhas imagens e estão determinados a experimentar um pedaço disso para si próprios. Eu não os culpo. Eu estava exatamente os mesmos sete anos atrás”, explica o fotógrafo.

Jeffries diz que quando começou na fotografia estava deslumbrado e tinha estas mesmas perguntas para os fotógrafos os quais ele admirava. Ele simplesmente era apaixonado pela noção de “ser um fotógrafo” e por isso almejava o sucesso rápido.

Ao olhar para trás, percebeu que nada disso importava.

“Claro, capacidade técnica é muito fundamental para qualquer vocação, mas isso não significa nada sem paixão”, diz.

O fato é que não é possível ensinar a “vida” para outra pessoa. As coisas acontecem, e cada um tem experiências distintas e diferentes sobre tudo.

Jeffries diz que “amor aconteceu” para ele. Aquilo se tornou a motivação de tudo que ele fez. Ele sentiu um senso de compaixão e fé em relação aos menos afortunados. E sem saber, mergulhou neste mundo, se tornou umas das pessoas que ele fotografava.

“Então, agora, quando você vê uma imagem de Lee Jeffries, não é um documento da vida de uma pessoa sem-teto. É muito mais do que isso. É um testemunho metafísico da humanidade, de fé e espiritualidade. Nasce da conexão com outro ser humano.”

Todo mundo quer ser fotógrafo. Basta abrir o seu coração e você pode conseguir isso.

Veja mais incríveis retratos de moradores de rua feitos por Lee Jeffries no Geekness.

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade