CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Mark Zuckerberg pretende integrar Instagram, WhatsApp e Messenger

A mudança tem chances de acontecer entre o final de 2019 e o início de 2020, sem data confirmada

Por: Redação

Segundo reportagem do jornal americano The New York Times, o diretor executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, planeja integrar as plataformas mantidas pela companhia – Facebook Messenger, Instagram e WhatsApp. De acordo com as fontes, a ideia é manter os aplicativos operando separadamente, mas com rotas de comunicação unificadas e criptografadas de ponta a ponta, que limita o acesso ao conteúdo das mensagens apenas ao emissor e ao receptor.

Mark Zuckerberg
Crédito: Josh Edelson / AFPMark Zuckerberg anunciou prováveis mudanças ao jornal New York Times

O objetivo da atualização é aumentar a utilidade das redes e manter os bilhões de usuários ainda mais presentes neste ecossistema. Um usuário do Facebook poderá, por exemplo, enviar uma mensagem criptografada a um usuário do WhatsApp.

A mudança tem chances de acontecer entre o final de 2019 e o início de 2020, sem data confirmada.

Segundo o NY Times, o Facebook não confirmou as mudanças, mas também não as descartou: “Queremos construir as melhores experiências de mensagens que pudermos; as pessoas querem que mensagens sejam rápidas, simpels, confiáveis e privadas“. “Estamos trabalhando para tornar mais dos nossos mensageiros criptografados de ponta a ponta, e avaliando as formas de facilitar a interação entre amigos e parentes através das redes“, disse o porta-voz da companhia.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.