A enganação de Marina Ruy Barbosa na sua foto de lingerie

Por: Redação

Marina Ruy Barbosa mostra um truque de marketing para vender produtos, sem anunciar ser uma publicidade.

Simples: ela aparece usando um produto, sem falar da marca.

A ética publicitária determina que um anúncio seja informado com clareza.

Mas, em outros posts, ela informa para quem vende.

É o caso de uma foto que bombou usando lingerie, a seguinte legenda.

“Tentando manter a plenitude após 15 horas de trabalho [risos]”, disse na legenda.

Na verdade, é apenas um truque para tirar a cara de publicidade.

Nessa foto abaixo, a associação é mais clara.

Com a ascensão das redes sociais, ganhar dinheiro com publicidade em posts do Instagram, Twitter e Facebook ficou mais fácil. No Brasil, a prática se tornou comum entre famosos, celebridades e apresentadores de programas de televisão. Neste sentido, hoje em dia, não é preciso ir ao ar para ganhar dinheiro.

A solução é postar fotos com frequência nos perfis de rede sociais e entender o que faz sucesso entre os fãs. A prática garante seguidores assíduos e, consequentemente, a procura de marcas por posts pagos.

Para aqueles que patrocinam, o lucro é positivo: posts pagos no Instagram e no Twitter patrocinados combinam baixo custo e a possibilidade de anunciar um público segmentado.

Sendo assim, os números de seguidores das fanpages dos artistas são fundamentais para o marketing. Para a comunicação da marca, estas informações são muito valiosas para atingir um dado com uma inserção única e ainda associada a opinião.

  • Marina Ruy Barbosa em Portugal com imagens aparentemente turísticas- ela, na verdade, continua o projeto de marketing dos post patrocinados em seu roteiro de viagens, que começou na Tailândia.

A viagem de férias de Marina Ruy Barbosa com o noivo Xandy Negrão à Tailândia não foi apenas diversão. Mas um ótimo negócio. A atriz exibiu dezenas de modelitos, sapatos, passeios, joias e outros acessórios para publicidade.

Quase tudo foi pago por patrocinadores. Contrapartida: ela precisava publicar em sua conta no Instagram e dar créditos por onde passava.

Marina tinha uma tabela: entre R$ 30 mil e R$ 40 mil para fazer posts patrocinados por marcas. Estimativa: anel de noivado de diamantes, hotéis, roupas, sapatos, joias, passeios, jantares, presentes e posts pagos, a ruiva volta com R$ 1 milhão mais rica.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 

Compartilhe: