Últimas notícias:

Loading...

Procurador tenta defender ‘ONG Lava-Jato’ e internet não perdoa

Por: Gilberto Dimenstein

O procurador Deltan Dallagnol foi às redes sociais defender a criação de uma fundação para gerir recursos de R$ 2,5 bilhões devolvidos a Petrobrás após acordo com o Ministério Público Federal e o Departamento de Justiça americano.

Deltan Dallagnol

Dallagnol, um dos que comanda a força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba, reproduziu um trecho de declaração do também procurador Fernando dos Santos Lima, que classificou as críticas como “má fé” e foi duramente criticado por seguidores.

Uma delas foi da ex-nadadora Joanna Maranhão, que indagou o procurador: “Se entender e discordar tá agindo de má fé? Só quem age de boa fé é tu no rolê né dr power point?”, escreveu.

Um outro disse: “Estão conseguindo unir direita e esquerda nas críticas.  Já merecem os parabéns por isso!”

Em entrevista à TV 247, o ex-senador Roberto Requião fez duras críticas ao projeto de Dallagnol. “É um escárnio. Ou ele é paranoico, no combate à corrupção, ou é um agente da CIA”.

Segundo o “Estadão“, com a concordância das autoridades norte-americanas, o “acordo entre a Lava Jato e a Petrobrás estipula que 80% dos recursos pagos de multa pela estatal voltem para o Brasil”.

O fundo da Lava Jato pode bancar ações “que reforcem a luta da sociedade brasileira contra a corrupção”.

Veja abaixo algumas reações a Deltan Dallagnol: