Publicidade

Informar

6 coisas que ninguém conta sobre sua relação com o dinheiro

Texto escrito por Bruna Lopes e publicado no Superela.

...
Publicidade

Hoje é dia de falar sobre a vida real. Sem fantasias, com total transparência, pois aposto que muita gente vai se identificar. Apertem os cintos e vamos falar sobre sua relação com o dinheiro.

E como eu vivi os dois lados da moeda: da consumista para a minimalista, da desenfreada para a garota das finanças organizadas, quero contar 6 coisas que ninguém te conta sobre seu dinheiro. São fatos que quanto antes você souber, mais suas decisões serão conscientes – sejam elas consumistas, minimalistas ou o que você escolher ser. Vamos às dicas!

Coisas que não contam sobre sua relação com o dinheiro:

1. Ser organizado financeiramente tem mais a ver com prioridade do que com passar vontade

Por muitos anos, fugi da educação financeira porque achava que, se me tornasse uma pessoa que controlava o dinheiro, não ia comprar nem fazer nada do que eu queria. Também achava que me perderia toda minha liberdade, ficando presa à uma planilha de Excel.

Porém, o que aconteceu foi totalmente o contrário: mesmo controlando as finanças, hoje eu consigo comprar tudo que quero de verdade e não tudo que está disponível para ser comprado. É só uma questão de autoconhecimento e prioridades. E, melhor ainda, me sinto mais livre do que nunca, porque não preciso viver preocupada, nem me sentir culpada quando compro alguma coisa.

2. Usar o dinheiro é diferente de gastar

Dinheiro

O dinheiro é feito para ser usado, isso é inquestionável. Porém, o que deve ser analisado é como devemos usar?

Não existe um certo e um errado quando falamos deste assunto. Não há uma porcentagem ideal de quanto gastar em que categoria, embora existam algumas metodologias de que podem ser aplicadas, mas é uma questão pessoal, que tem a ver com vontade, necessidade e prioridades.

Um único ponto crucial que precisam ter consciência é que usar é diferente de gastar. A utilização não deixa de ser um investimento, enquanto o gasto é algo desprovido de consciência e planejamento.

Quando você utiliza seu dinheiro, tem consciência de quanto está indo e para onde. Você pensa primeiro e utiliza depois, tendo sempre um propósito por trás de cada centavo.

Quando você gasta, você tem a famosa sensação de não saber para onde foi o dinheiro. Isso acontece quando você vê sua conta zerada logo depois de receber o salário e tem a percepção de que não comprou nem fez nada do que queria. Você gasta primeiro e pensa depois, normalmente sem ter nenhum propósito que justifique seus gastos.

A minha dica é:

Continue lendo aqui: 6 coisas que ninguém conta sobre sua relação com o dinheiro

Cadastre-se aqui e fique por dentro das melhores dicas do Catraca Livre.

Leia também:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Você sabe o que é feminicídio?

O restaurante de comida havaiana do ex-masterchef Ravi

Conheça o lavandário de Cunha

ASMR: O fenômeno do "orgasmo mental"

Publicidade