Últimas notícias:

Loading...

Aplicativo tem 50% de desconto em restaurantes brasileiros

Informações apuradas dia 09/10 e sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

Por: Redação

Quem gosta de comer cedo sabe como é melhor pegar os restaurantes vazios e a comida mais fresquinha. E se, além dessas vantagens, sair pra tomar café, almoçar ou jantar mais cedo ainda rendesse uma economia de 50% na hora de pagar a conta?

Crédito: Getty Images 

É o que oferece o “Primeira Mesa”. Para ter acesso ao desconto, o cliente deve escolher em um dos restaurantes parceiros pelo aplicativo (disponível para celulares com sistema IOS, Android ou no computador) e adquirir uma reserva, que tem custos variáveis:

  • 1 pessoa: R$ 5,00
  • 2 pessoas: R$ 8,00
  • até 4 pessoas: R$ 12 reais
  • até 6 pessoas R$ 18

O valor é pago na compra pelo aplicativo e dá direito a 50% de desconto para todas refeições e sobremesas consumidas pelas pessoas da mesa, não se aplicando apenas às bebidas. Confira as regras aqui.

Ao chegar ao restaurante o cliente apresenta ao garçom o comprovante de reserva feita pelo aplicativo impresso ou na tela do celular. Há um tempo de tolerância de 30 minutos de atraso, após isso o cliente perde a reserva.

O app disponibiliza, até o momento, restaurantes em 27 cidades nos estados de São Paulo, Belo Horizonte, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás e Bahia. Já são 60 mil usuários no Brasil segundo o Primeira Mesa.

Cada restaurante disponibiliza reservas em faixas de horário diferentes, que podem ser:

  • das 6h às 11h para café da manhã
  • das 11h às 15 h para almoço
  • e de 16h às 20 h para o jantar

Como o aplicativo consegue esse desconto com os restaurantes?

Segundo o site do “Primeira Mesa” do 80% dos restaurantes perdem dinheiro no seu primeiro horário, já que os clientes costumam chegar aos estabelecimento mais de 1 hora após sua abertura. Ou seja, a estrutura e gastos estão acontecendo todo esse tempo sem que haja fregueses no local.

Os CEO’s do aplicativo- Léo Cuofano e Talyta Vecina – notaram, em viagens, que países como Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul já adotavam essa prática de descontos, conhecida como Early Bird (passarinho madrugador, em português).

“Mensuramos esses dados e conseguimos mostrar aos restaurantes [do Brasil] que movimentando esse primeiro horário, passariam a ter lucro onde antes só tinham prejuízo e muitas vezes nem percebiam”, afirmam Talyta e Léo.

Compartilhe:

Tags: #Desconto