8 universidades em Portugal que aceitam o Enem

Com informações da revista Exame

Por: Redação | Comunicar erro

Já pensou em estudar em Portugal? Então anote aí. Após o acordo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) com o governo português, aumentou para oito o número de instituições portuguesas de ensino que aceitam o resultado do Enem para selecionar estudantes brasileiros.

Com a notícia, o  Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), localizado na cidade de Barcelos, no norte de Portugal integra a lista de universidades que considerarão as notas do exame brasileiroO foco do IPCA são cursos na área de gestão, como contabilidade, finanças e auditoria.

Reprodução
Em 2014, Universidade de Coimbra abriu caminho para que outras instituições considerassem as notas do ENEM

Com essa nova adesão, chegam a oito as universidades portuguesas que aceitam o Enem: além do IPCA, o Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), o Instituto Politécnico do Porto (IPP), o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), o Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), a Universidade de Coimbra e as universidades do Algarve e daBeira Interior.

Mais informações 

Desde que a Universidade de Coimbra passou a aceitar estudantes brasileiros, em 2014, inúmeras universidades portuguesas aderiram à política de ingresso de universitários. Apesar das facilidades, aspectos como valores dos cursos devem ser levado em conta pelos interessados.

Segundo informações do site Estudar Fora, “mesmo as universidades públicas cobram mensalidade. A diferença é que o pagamento é feito por meio de uma taxa anual, que é de 1.037 euros no caso da Universidade da Beira Interior e pode chegar a até 7.000 euros para a Universidade de Coimbra. O valor da taxa anual pode ser parcelado e os estudantes também podem buscar bolsas de estudo e financiamento.

Além da mensalidade, é preciso ter em mente que a moeda do país é o Euro. Assim, gastos com alimentação, moradia e lazer devem sempre ser multiplicados na hora do planejamento para evitar surpresas. Portugal não permite que estrangeiros trabalhem legalmente no país, mas no caso de universitários é possível encontrar estágios de meio período vinculados aos cursos”.

Compartilhe:

1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …