Coronavírus: OMS e Enap oferecem curso gratuito sobre a doença

Agentes públicos e qualquer pessoa interessada podem realizar o curso

Por: Redação

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) está oferecendo formação sobre os vírus respiratórios emergentes, incluindo o novo coronavírus.

O curso, online e gratuito, é uma ação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que agentes públicos e qualquer pessoa interessada tenham esclarecimentos sobre a doença, batizada de Covid-19.

Segundo informações da Agência Brasil, as inscrições estão disponíveis na página da Escola Virtual. O conteúdo do curso inclui métodos para detecção de surtos respiratórios, comunicação de risco e envolvimento comunitário e resposta.

Crédito: IStock/TRADOL LIMYINGCHAROENOrganização Mundial da Saúde declarou pandemia do novo coronavírus

Os coronavírus são uma grande família de vírus que causam doenças que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (Mers) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars). A Covid-19 foi anunciada no fim de 2019 em Wuhan, na China, e ainda não havia sido identificado anteriormente em humanos.

Casos no mundo

Na quarta-feira, 11, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia do novo coronavírus e informou que, nas próximas semanas, o número de casos, de mortes e o número de países afetados deve aumentar ainda mais.

De acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins, que monitora a situação globalmente, com a ajuda de diversos institutos e ministérios de saúde dos países, os casos de pessoas infectadas já passam de 134 mil no mundo.

Sintomas do novo coronavírus

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, com febre, tosse e dificuldade para respirar. O Covid-19 pode, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Cuidados para prevenir o coronavírus

Diante dos primeiros casos confirmados no Brasil, o Ministério da Saúde reforça as medidas de prevenção para evitar que o vírus se espalhe por aqui. São cuidados simples que reduzem o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas. Entre as medidas estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • omsProfissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

ilustração ensinando o jeito de lavar as mãos