Coronavírus: após Unicamp, USP e Unesp também suspendem aulas

As aulas na USP e na Unesp serão suspensas a partir do dia 17 de março

Por: Redação
USP
Crédito: Reprodução/USPUSP tem dois casos confirmados de coronavírus

Após a reitoria da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) anunciar o cancelamento das aulas, a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) também decidiram suspender as atividades acadêmicas presenciais a partir da próxima terça-feira, 17, diante da pandemia de coronavírus.

Segundo o governo do Estado de São Paulo, não serão todos os cursos que terão as atividades interrompidas: aqueles ligados a área de biológicas, como medicina e enfermagem, não serão suspensos, já que parte dos alunos poderá ser utilizada nas ações de combate à disseminação do coronavírus.

Em comunicado, o Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas) informou que, considerando as novas recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde referente à epidemia de Covid-19, as três universidades públicas do Estado de São Paulo continuarão a fazer todos os esforços para reduzir a taxa de aumento da doença.

De acordo com o Cruesp, a data de retorno das aulas presenciais “será anunciada oportunamente”. “Além da participação fundamental no sistema de saúde do Estado de São Paulo, com assistência à população por meio do SUS, as Universidades estão estimulando seus programas de pesquisa para acompanhar a evolução da epidemia e buscar melhorias no diagnóstico e tratamento”, diz a nota.

A USP confirmou nesta sexta-feira, 13, o segundo caso de contaminação por coronavírus na universidade. Um aluno da Escola Politécnica (Poli) testou positivo para a doença, em laudo emitido pelo Hospital Albert Einstein na noite de quinta-feira, 12. O primeiro caso confirmado ocorreu no curso de Geografia, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Além disso, a direção da faculdade afirma que há 11 pessoas em quarentena: 9 alunos, 1 professor e 1 funcionário.



Unicamp

A reitoria da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) informou nesta quinta-feira, 12, que estão suspensas, de 13 a 29 de março, todas as atividades da instituição. A medida foi tomada em virtude da pandemia de coronavírus.

Segundo o comunicado oficial, serão mantidas apenas as atividades essenciais, “a ser definidas e informadas à comunidade pelo comitê de crise criado pela reitoria”. Além disso, todas as viagens de docentes e funcionários da Unicamp estão suspensas nesse período.

“Cada órgão da administração central deverá definir e submeter seu plano de contingência ao comitê de crise ainda nesta quinta-feira, 12. A área da saúde divulgará comunicado específico sobre quais atividades serão suspensas e quais serão mantidas”, informou a universidade.

View this post on Instagram

COMUNICADO IMPORTANTE | #Coronavírus . ➡Em virtude da pandemia de coronavírus, estão suspensas de 13 a 29 de março todas as atividades da #Unicamp. Serão mantidas apenas as atividades essenciais, a ser definidas e informadas à comunidade pelo comitê de crise criado pela Reitoria. . ➡ Cada órgão da Administração Central deverá definir e submeter seu plano de contingência ao comitê de crise ainda nesta quinta-feira (12). A Área da Saúde divulgará comunicado específico sobre quais atividades serão suspensas e quais serão mantidas no período. . ➡Todas as viagens de docentes e funcionários da Unicamp estão suspensas, bem como o recebimento de visitantes. . ☑Novos comunicados sobre ações e medidas relacionadas à pandemia serão divulgados oportunamente pelos canais de comunicação do site e nas mídias sociais.

A post shared by Unicamp (@unicamp.oficial) on

Insper cancela aulas da graduação por dois dias

O Insper (Instituto de Ensino e Pesquisa) também decidiu cancelar as aulas dos cursos de graduação nesta quinta-feira, 12, e sexta-feira, 13. Importante ressaltar que não há casos confirmados de coronavírus na escola.

“Dessa forma, evitamos grandes aglomerações e podemos esperar as manifestações das autoridades, assim como avaliar melhor a decisão a ser tomada”, compartilhou, em nota.

UFRJ suspende atividades extracurriculares

A Universidade Federal do Rio de Janeiro também publicou nota sobre diretrizes em relação às atividades acadêmicas e administrativas da instituição.

Entre os principais tópicos estão a suspensão de atividades extracurriculares, cancelamento de férias de servidores considerados essenciais no combate ao vírus e quarentena para casos específicos.

Denise Carvalho, reitora da UFRJ, afirmou que o Rio de Janeiro recebe muitos turistas, e a universidade realiza muitas atividades que demandam viagens a trabalho.

“Temos o tamanho de um município de médio porte, com grande circulação nos nossos campi. É essencial que tenhamos um acompanhamento efetivo”, disse.

Casos no mundo

Na quarta-feira, 11, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia do novo coronavírus e informou que, nas próximas semanas, o número de casos, de mortes e o número de países afetados deve aumentar ainda mais.

De acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins, que monitora a situação globalmente, com a ajuda de diversos institutos e ministérios de saúde dos países, os casos de pessoas infectadas já passam de 120 mil no mundo, com mais de 4 mil mortes.

Sintomas do novo coronavírus

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, com febre, tosse e dificuldade para respirar. O Covid-19 pode, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Cuidados para prevenir o coronavírus

Diante dos primeiros casos confirmados no Brasil, o Ministério da Saúde reforça as medidas de prevenção para evitar que o vírus se espalhe por aqui. São cuidados simples que reduzem o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas. Entre as medidas estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
    realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
    Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

ilustração ensinando o jeito de lavar as mãos

Compartilhe:

Tags:#Saúde