Últimas notícias:

Loading...

Como entrar na faculdade com e sem nota do Enem

Exame se consagrou como a porta de acesso ao Ensino Superior no Brasil

Por: Redação

Na última década, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se consagrou como a porta de acesso ao Ensino Superior no Brasil. No entanto, as edições mais recentes do exame, especialmente depois da pandemia, mostraram forte queda no número de participantes.

Em 2020, o Enem teve recorde de abstenção: 55,3%. Neste ano, 2.179.559 pessoas realizaram as provas. Este é o menor número desde 2004, quando o exame era só uma avaliação nacional –apenas em 2005 a nota passou a ser usada no ProUni (Programa Universidade para Todos).

Mesmo perdendo fôlego, o Enem não deixa de ser uma forma popular de ingresso em universidades do Brasil e fora do país.

Como entrar na faculdade com e sem a nota do Enem
Crédito: Tomaz Silva/Agência BrasilComo entrar na faculdade com e sem a nota do Enem

Sem Enem

Não ter realizado o Enem, portanto, não é desculpa para ficar sem estudar em 2022. Para quem não fez o Enem neste ano, o vestibular tradicional é a opção mais imediata.

Há faculdades particulares que, sabendo do panorama gerado pela crise do coronavírus, facilitam a processo seletivo aos interessados nas vagas.

Algumas instituições podem aceitar a nota do último Enem prestado para avaliar o conhecimento do ingressante, recorrer a vestibulares on-line, a critérios socioeconômicos ou com base no histórico escolar.

Com Enem

O Enem avalia a qualidade do ensino médio no Brasil e dá acesso ao ensino superior no país, do mesmo modo que nos anos anteriores. Muitos não sabem é que o teste também facilita o ingresso em diversas universidades estrangeiras.

Candidatos podem checar notas do Enem 2019
Crédito: Marcello Casal Jr./Agência BrasilCandidatos podem checar notas do Enem 2019

Estudar Fora, site da Fundação Estudar, reuniu algumas dicas sobre como usar a nota do Enem para estudar no exterior.

Vale lembrar que uma boa nota não muda outras exigências do processo seletivo, como comprovação de proficiência no idioma, envio de cartas etc. O artigo completo pode ser lido aqui.