Últimas notícias:

Loading...

Lista de filmes para te inspirar a estudar no exterior

Estudar Fora criou uma lista com alguns filmes ótimos para quem pensa em intercâmbio

Por: Estudar Fora
Ouça este conteúdo

Filmes são uma ótima fonte de inspiração. E há alguns filmes ideias para quem quer estudar fora: eles mostram universidades de renome e as possibilidades que elas abrem para as pessoas que estudam lá, e retratam o esforço e dedicação de quem está buscando por uma educação de excelência.

Crédito: Pexels/CottonbroLista de filmes para te inspirar a estudar no exterior

Pensando nisso, criamos uma lista com alguns filmes ótimos para quem pensa em estudar fora. Quer você já esteja preparando sua candidatura, quer esteja apenas alimentando um sonho por enquanto, assistir a esses filmes pode te ajudar a dar mais um passo na realização desses planos! E também são, naturalmente, uma ótima maneira de passar o tempo. Confira:

Filmes para quem quer estudar fora

A Rede Social

A Rede Social talvez seja um dos filmes sobre Harvard mais famosos que existem, mesmo que ele não seja exatamente sobre a universidade. Ele é na verdade sobre Mark Zuckerberg, que era apenas mais um estudante de lá até que decidiu criar o Facebook. Após uma decepção sofrida em 2003, Mark começou a trabalhar em um projeto que seria compartilhado com alguns amigos do campus. Entretanto, a singela ideia tomou proporções muito maiores, e se tornou uma das maiores redes sociais do mundo.

Veja o trailer:

Will é um jovem que não teve oportunidade de estudar em uma universidade e é extremamente humilde, mas também é uma pessoa brilhante, capaz de citar fatos históricos e resolver equações matemáticas super complexas. Ele trabalha como servente em uma universidade, onde um professor descobre seu potencial. Uma ordem de prisão o impede de ingressar como estudante, mas o professor Sean McGuire pode ser sua esperança.

Um ponto interessante é que, inicialmente, o filme não seria sobre um prodígio da matemática, mas da física. Foi após consultar com professores do MIT e de Columbia que os atores e produtores resolveram mudar o roteiros. O filme também contou com um consultor matemático da University of Toronto que ajudou a garantir a credibilidade dos problemas abordados no roteiro.

Veja o trailer:

Admissão

Portia trabalha no escritório de candidaturas de Princeton, onde está prestes a conseguir uma grande promoção. Um dia, o velho amigo John a convida para visitar a escola colegial onde ele trabalha, no intuito de conhecer Jeremiah, um candidato em potencial à universidade. Chegando no local, John revela sua real intenção com o convite: ele suspeita que o garoto seja o filho que Portia entregou à adoção. Intrigada com essa possibilidade, ela põe sua carreira em perigo para se aproximar de Jeremiah.

Veja o trailer:

O Homem Que Viu o Infinito

O Homem Que Viu o Infinito é um filme baseado em fatos reais. Mais especificamente, ele conta a história de Srinivasa Ramanujan, um dos matemáticos mais importantes do século XX. Ramanujan nasceu em 1887 numa cidade pequena da Índia e desde muito jovem demonstrou um talento excepcional para a disciplina.

Ao longo da vida toda buscou oportunidades para desenvolver suas capacidades, mandando cartas com seus trabalhos para diversas universidades de renome no mundo todo. Eventualmente obteve resposta de um professor da Universidade de Cambridge, que ficou absolutamente embasbacado com as ideias de Ramanujan e trouxe-o para estudar lá.

Veja o trailer:

Primeira Posição

Este filme é um documentário sobre seis jovens (com idades de 9 a 19 anos) treinando para participar do Youth America Grand Prix, uma competição anual de dança. Como prêmio, podem ganhar um lugar em uma das melhores companhias ou escolas de balé do mundo.

Trata-se, de fato, de um filme especialmente para quem pensa em estudar dança em outro país. Mas se você pensa em estudar fora, qualquer que seja o objeto de seus estudos, com certeza vai se identificar com a dedicação dos personagens, que se esforçam ao máximo para ter uma chance de sucesso.

Veja o trailer:

Este artigo foi originalmente publicado Estudar Fora, site da Fundação Estudar.

Compartilhe: