Anitta é acusada de apropriação cultural e responde às críticas

Cantora divulgou o teaser de seu novo clipe, "Muito Calor", e recebeu comentários negativos ao aparecer com cabelos cacheados

Por: Redação Comunicar erro

A cantora Anitta foi envolvida em uma nova polêmica após a divulgação do teaser de um novo clipe do qual participa, “Muito Calor”, do cantor porto-riquenho Ozuna. Nas imagens, a cantora aparece com os cabelos todos cacheados e dança na laje de uma comunidade. Por isso, foi acusada de apropriação cultural por alguns internautas.

Essa não é a primeira vez que Anitta enfrenta tais acusações. À época dos lançamentos dos clipes de “Vai Malandra” e “Onda Diferente”, a cantora também recebeu acusações de apropriação cultural, por tentar se assemelhar à imagem de uma mulher negra das favelas cariocas.

Relembre 7 casos de apropriação cultural que mostram a importância do tema

anitta no clipe de muito calor
Crédito: reprodução/YoutubeAnitta é criticada e acusada de fazer apropriação cultural em novo clipe

“Por que todo clipe com Anitta tem que ser em favela? É só essa visão que os gringos tem o Brasil?”, questionou uma internauta, enquanto outro ironizou: “Negra legítima, Wakanda está em festa”.

Os comentários sobre apropriação cultural foram tantos, que Anitta se viu na obrigação de respondê-los.

“Meu Deus! Que loucura! 1 – “Onda diferente” é um hit. O clipe foi gravado em Los Angeles. Cantado em português. Tem feat brasileiro e feat gringo importantíssimo. Estão começando a ouvir fora do Brasil mesmo sendo em português. 2 – O único videoclipe MEU gravado em uma favela se chama “Vai Malandra”. Os demais são clipes onde eu fui CONVIDADA como feat, assim como esse. 3 – O clipe mostra diversos pontos do Rio de Janeiro que o diretor gostou. Dentre eles: escadas da Lapa, Pão de Açúcar, Cristo, praias e etc… 4 – Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que nesse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou para sempre. 5 – Vocês nunca estão satisfeitos”.

resposta de anitta às críticas sobre apropriação cultural
Crédito: reprodução/InstagramAnitta rebate críticas sobre apropriação cultural

Assista ao teaser:

Apropriação cultural: o que é isso?

Para entender melhor o que é apropriação cultural, indicamos assistir, com olhos, ouvidos e coração abertos, a este vídeo da cientista social e ativista negra Nátaly Neri.

Além de falar sobre individualidade (derrubando o uso do “meu corpo, minhas regras” quando falamos de apropriação cultural), ela ainda esmiúça conceitos sobre racismo e traz a sua própria experiência de vida. Confira:

Compartilhe:

1 / 8
1
04:50
Netflix: “Indústria Americana” mostra choque de culturas
https://www.youtube.com/watch?v=VWbbLQ3xLNo Hoje a dica do "Cultura em Casa" é o documentário "Indústria Americana", lançamento original da Netflix. O filme mostra o …
2
06:04
Michael Jackson, culpado ou inocente? Séries exibem as duas versões
A nossa dica da semana é a sequência em dose dupla de documentários sobre a contraditória história das acusações contra …
3
05:26
Como os Beatles mudaram a minha vida — parte 3
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
4
06:05
Prepare-se: ‘Matrix 4’ vem aí com Keanu Reeves confirmado no elenco.
Você assistiu aos filmes da trilogia "Matrix"? Hoje a dica do "Cultura em Casa" é um convite para você mergulhar …
5
05:14
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 2
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
6
04:15
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 1
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
7
04:12
Netflix: ‘The Family- Democracia Ameaçada’ revela grupo secreto
A minissérie "The Family: Democracia Ameaçada", que pode ser vista na Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma …
8
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …