Publicidade

Entreter

Anitta explica por que não casou na igreja e com uma grande festa

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade
Anitta explicou em vídeo por que seu casamento não foi uma grande festa

Há menos de um mês, a cantora Anitta assinou um contrato de união estável com Thiago Magalhães, em um cartório da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao canal de Youtube “Põe na Roda” compartilhada nesta terça-feira, 5, a artista revelou por que não quis ter um casamento na igreja ou mesmo uma festa de arromba para celebrar a união, como outros famosos costumam fazer.

“Sou uma pessoa discreta”, disse ela no vídeo. “Eu não sou muito de ficar gritando pelos quatro cantos as coisas da minha vida pessoal. Principalmente quando envolve outras pessoas que não são desse meio”, contou. “Sou bem mais reservada nesse aspecto”.

Anitta ainda falou no vídeo sobre sua opinião sobre a “cura gay”. “Os anos estão passando e as pessoas estão retrocedendo, eu acho. As pessoas estão cada vez mais quadradas e é cada vez mais complicado você ter uma opinião, ser você mesmo. As pessoas não estão se respeitando, então, ao invés de evoluir, elas estão indo para trás”, afirmou.

Perguntando sobre o que diria a um homofóbico, Anitta respondeu que diria para ele aprender a se colocar no lugar do outro e não pensar nas situações só na cabeça dele. “[Ele deve] pensar que cada pessoa é diferente uma da outra e que precisa respeitar o outro, se colocar no lugar de uma pessoa que é desrespeitada.”

Confira o vídeo na íntegra:

Recentemente, a cantora esteve envolvida em uma grande polêmica graças a uma acusação de uma socialite que afirmou que tinha provas de que Anitta usava cocaína. A artista negou e repudiou a acusação:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade