CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Anitta, Gagliasso… famosos criticam falas e comportamento de Regina Duarte na web

Durante participação no CNN 360º, a secretária de cultura minimizou a tortura durante o regime militar

Por: Redação

Letícia Colin, Anitta, Bruno Gagliasso e outros tantos artistas estão indo às redes sociais desde a última quinta-feira, 7, para falar sobre o escândalo da entrevista de Regina Duarte, na CNN Brasil. Durante participação no CNN 360º, a secretária de cultura minimizou a tortura durante o regime militar e ainda cantarolou “Pra Frente Brasil”, um dos hinos da Copa do Mundo de 1970, que virou campanha da ditadura na época.

regina duarte
Crédito: Reprodução/CNNRegina Duarte em entrevista conturbada à CNN

Além disso, Regina ainda diminuiu as mortes causadas durante esse período no Brasil.

Bruna Linzmeyer compartilhou o tuíte de um internauta que detonava Regina: “Gente, Regina Duarte não surtou. Regina Duarte não é doida, não é burra, não ‘está assim’ porque assumiu um cargo no governo Bozo. Parem de patogenizar pessoas escrotas e mau caráter. Esse povo não é doente. Esse povo é preconceituoso, egoísta, genicida, racista e escravocrata”.

post bruna linzmeyer
Crédito: Reprodução/Instagram storiesBruna Linzmeyer compartilhou críticas sobre Regina Duarte

View this post on Instagram

Não dá pra desculpar não, Regina. Não dá pra desculpar o seu deboche com torturados pelo Estado, sua naturalização da barbárie. Não dá pra desculpar sua arrogância ao dar de ombros às minorias, esquecendo-se que a senhora é parte do governo e tem a obrigação de trabalhar para todos, não apenas sua pretensa maioria. Não dá pra desculpar seu silêncio, sua falta de projetos, a forma como você trata os trabalhadores do audiovisual brasileiro. Não dá pra desculpar sua falta de diálogo com a categoria, a sua estupidez com jornalistas e ex-colegas de trabalho. Não dá pra desculpar a preferência que a senhora tem por ditadores, genocidas, irresponsáveis, gente sem compromisso com a verdade e com a vida. Não dá pra desculpar os 9.146 corpos que estão enterrados com uma pá de descaso do seu governo. Não dá pra desculpar todos esses caixões que a senhora desenterra e carrega nas costas junto com seu governo e com sua ideologia monstruosa. Não dá pra te desculpar, Regina. Não dá pra desculpar.

A post shared by Bruno Gagliasso 🐺⚡️🌳🌻 (@brunogagliasso) on

View this post on Instagram

Não consigo…nem…escrever…desde ontem! Asfixiando mesmo sem covid. Ainda. MEU CORAÇÃO ESTÁ ESTRAÇALHADO. Famílias trucidadas e o FASCISMO VESTIDO DE COR DE ROSA DAMARES rindo da cara da gente? O que é isso, Meu Deus ? FALAS SÃO AÇÕES. Falas SÃO MANIFESTAÇÕES DE DESEJOS. Falas são o 3D das crenças. Ácido dilacerante pro coração de quem tem caráter, de quem luta pela vida, dignidade, de todos os não-vermes !!!! E mais ainda de quem realmente é artista. Eu choro! De revolta e de dor. ELA NÃO PERTENCE, NÃO REPRESENTA E NUNCA REPRESENTOU NOSSA CLASSE, QUE ISSO FIQUE REGISTRADO. Meus amigos próximos e eu estaríamos sendo torturados na ditadura… Regina estaria rindo de mim!!! Meus amigos próximos e eu estamos morrendo infectados de Covid. Regina está rindo. A LINHA DO TEMPOS E OS PRIVILÉGIOS NÃO ME MATARAM. AINDA. Não da pra digerir isso. Então eu vomito.

A post shared by Leticia Colin (@leticiacolin) on

Teve gente que foi diretamente na página de Regina e a criticou no último post, feito há dois dias:

Alice Wegmann: “Vi que a senhora também me segue aqui e espero que essa mensagem chegue até aí. Não anule todo o seu talento, Regina. Tudo o que fez de bom pro nosso país tempos atrás vai ser esquecido por essas declarações que a sra está dando. É uma pena. Sinto uma tristeza imensa. Espero que, se ainda restar algo de bom dentro da sra, a sra ajude a classe que já pertenceu algum dia. E sabe que tem muitos artistas, técnicos que trabalham MUITO, SIM, e que nesse momento estão passando necessidade e, SIM, precisam de você. Você vem provando ser o contrário do que um artista é. Somos humanos, sensíveis, queremos criar, transformar, apontar a beleza do mundo, sonhar, agir e mudar. A senhora não tem feito nada. E quando faz, faz de forma extremamente deselegante e com má intenção. Eu sinto muito, odeio ter que dizer coisas ruins às pessoas. Mas são as verdades que me cabem. É pena ser tarde demais”.

Anitta: “Vejo que a senhora me segue aqui no Instagram e gostaria de dizer algo como cidadã. Assisti sua entrevista na CNN e já vi em alguns lugares que não foi combinado uma entrevista ao vivo etc e etc, mas, falando como artista que já passou por isso algumas vezes (se é que realmente foi isso), acho que haveria mil outras formas de se pronunciar sem ser grosseira com os demais. Uma pessoa que aceita assumir a secretaria de cultura está aceitando trabalhar para o povo, isso significaria escutar TAMBÉM os lados que pensam diferente da senhora e colocar sua posição sobre a questão. Se recusar a ouvir uma opinião contrária logo depois de enaltecer os tempos de ditadura me causa muito medo. Até porque eu e muitos dos meus amigos seríamos os primeiros censurados caso esse regime voltasse ao Brasil e nós continuássemos no exercício do nosso trabalho. Gostaria de dizer que a cultura no Brasil vai muito além do ballet clássico, das orquestras sinfônicas e dos livros de poesia (que também são incríveis e tem seu imenso valor). Governar apenas para os que te causam afeição não é governar para o povo. Não seria mais inteligente responder com calma e sabedoria o que tem sido feito pela classe cultural em virtude dos acontecimentos do covid-19? Aliás, o que tem sido feito? Todas as prefeituras do Brasil possuem verbas de entretenimento para o povo. Agora, que não estão sendo utilizadas, pra onde está indo esse dinheiro? A senhora não poderia tentar fazer com que ele estivesse indo para os trabalhadores da indústria que estão sofrendo com o momento? Por mais que a senhora não tenha medo do vírus, não deveria trabalhar também para os que têm e estão levando a situação a sério? Seu cargo só governa para quem pensa semelhante à senhora? E as famílias que perderam parentes com a doença? Como se sentiriam ouvindo um depoimento de quem faz pouco caso do momento? Onde está a empatia? Meu intuito aqui não é insultar e sim questionar”.

Valesca Popozuda: “Não perca seu tempo, secretária, tentando fazer um papel desses na vida, deixe isso para a arte, não é possível que pra senhora a ditadura mereça ser enaltecida, sabia que o funk também é cultura? Existe planos para atender toda classe de artistas ou está segmentado apenas para quem concorda com o governo? Não seja secretária somente de uma classe, represente a todos de forma igual. Fica aqui minha humilde opinião: trabalhe para todos, humildade sempre e muito conhecimento de todos os tipos de culturas seja ela da classe A ou C, ok?”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.