BBB20: Paredão traz disputa acirrada entre machistinha e machistão

Hadson Nery e Felipe Prior estão na batalha pelo título de mais machista da semana; o vencedor vaza do BBB

Por: Maira

A disputa pela eliminação do Big Brother Brasil 20 (BBB20), nesta terça-feira, 11, está acirradíssima. Normalmente seria uma briga para ver quem vai continuar na casa mais vigiada do Brasil, mas se tratando da concorrência entre Hadson (Pipoca) e Felipe Prior (Pipoca), a gente está pensando, mesmo, em quem tem que sair.

Crédito: Reprodução/TVGloboHadson e Felipe disputam terceiro paredão do BBB20

A trajetória dos dois dentro do reality global é cercada de atitudes machistas. É verdade que em outras edições do programa, comportamento como o dos dois brothers emparedados não seria motivo de tanta revolta fora da casa. Mas, ainda bem que isso mudou.

Se você ainda está em dúvida de quem merece seu voto para deixar o BBB20, vamos relembrar episódios dos dois para facilitar , ou dificultar ainda mais, sua escolha.

Hadson Nery

Por ordem cronológica, vamos começar com Hadson, que por indicação da líder Gabi (Pipoca), foi indicado ao paredão primeiro.

Hadson foi o porta voz para as mulheres da casa sobre a ideia de realizar o tal de ‘teste de fidelidade’. O papo sobre isso surgiu numa conversa na jacuzzi entre os homens (Lucas, Petrix, Prior, Hadson e Guilherme). O brother decidiu colocar o plano para fora e quando foi confrontado pelas mulheres não assumiu. Disse que tinha dito isso brincando, mas não havia tom algum de brincadeira.

O ex-jogador de futebol não admitiu o erro, e muito menos entendeu que sua atitude foi machista. Primeiro por querer colocar mulheres a prova e segundo quando tentou tachar Marcela de maluca e mentirosa.

Hadson chamou Pyong (Camarote) de ‘bicha’ após o hipnólogo tentar defender Daniel.

O ex-jogador tentando desqualificar as palavras de Marcela, a acusou de ser racista, mesmo ele sendo branco e isso não fazer sentido algum. E nesta mesma conversa, Hadson ainda disse para a sister que BBB não é lugar para levantar bandeiras. A verdade é que em qualquer espaço é valido lutar contra o machismo.

Hadson tratou as mulheres como inferior em diversas oportunidades. Uma vez disse que daria uma encoxada em Mari Gonzalez. Disse que os homens tem controle sobre as mulheres. Ele chegou a dizer que os quartos deveriam ser mistos porque com a presença de mulheres o ambiente ficaria organizado, dentre outros comentários extremamente machistas.

Felipe Prior

Segundo, mas não menos machista, vamos agora aos atos de Felipe dentro do BBB20.

Sempre ao lado de Hadson e Lucas, seus brothers do coração no reality global, Felipe faz o estilo machista sem noção. Ele bate boca com as mulheres da casa e quando é confrontado por elas dizendo que as coisas que ele afirma são machistas, ele não entende.

Felipe chegou a dizer que Gizelly precisa controlar seus hormônios, por ela ficar exaltada em determinadas conversas tensas com ele. O mais absurdo é que o brother falou tamanho absurdo, logo depois de Marcela o alertar sobre suas declarações machistas.

O arquiteto formado no Mackenzie, uma das universidades particulares mais caras de São Paulo, levantou a voz para Bianca, a Boca Rosa, dizendo que ela ainda iria ter que se desculpar com ele. Assim como Hadson, Prior resolveu fazer a mea culpa e não admitir sua participação no plano do ‘teste de fidelidade’.

Não foi só com Bianca que Felipe exigiu desculpas por ser acusado de que, na verdade, ele fez mesmo. Com Marcela, o brother também fez a mesma encenação.

Como é comum em atitudes machistas, Prior ao invés de reconhecer seu erro, optou por jogar a culpa em Marcela, dizendo que ela era a responsável por ele estar com o “filme queimado fora da casa”.

Felipe ainda julgou Gabi pela aparência, como se o critério dele de beleza fosse instrumento de validação para alguma mulher. Nos poupe.

Felipe se mostra um playboy paulistano que nunca passou perto de qualquer embate sobre suas atitudes. Age como se fosse o senhor da razão, não escuta o outro, como é comum em pessoas que ocupam a vida toda um lugar de privilégio. O arquiteto está sempre querendo sair por cima, fala as coisas sem pensar e quando para pra pensar não entende. Dá raiva, é verdade.

As atitudes de Hadson e Felipe são dignas de asco não só para mulheres, mas para qualquer um. Mas equipará-las é um erro. As tramoias, dissimulações e discursos do ex-jogador de futebol são mais graves e evidenciam o machismo enraizado em nossa sociedade. O brother não diz que mulheres no quarto ajudam na organização à toa, para ele, esse é o papel feminino.

Acompanhe a página especial do BBB20 na Catraca Livre e fique por dentro de tudo que rola na casa mais vigiada do Brasil!


Imagem Carnaval Sem Assedio
Por: Maira

1
A eterna campanha para desqualificar ‘Democracia em Vertigem’
A menos de uma semana do Oscar, o documentário “Democracia em Vertigem” volta a ser alvo de ataques. Desta vez, …
2
Democracia em Vertigem é indicado ao Oscar; confira outros finalistas
Finalmente foi divulgada a lista dos finalistas ao Oscar 2020 e uma das grandes surpresas para nós brasileiros foi a …
3
Davi (ex-Banda Uó) indica seus lugares favoritos em SP
Qual a relação entre uma batalha de vogue e o bairro oriental da Liberdade? Na cidade de São Paulo vivida …
4
Cenas de machismo que não queremos ver novamente no próximo BBB
Entramos na contagem regressiva para a estreia da 20ª edição do Big Brother Brasil (BBB), prevista para ir ao ar …
5
Adoniran Barbosa ganha documentário sobre sua vida e obra
Finalmente Adoniran Barbosa ganhará uma homenagem à altura de seu talento. O documentário "Adoniran - Meu Nome É João Rubinato" …
6
Netflix: ‘O Monstro ao Lado’ mostra os caminhos tortuosos da justiça
O documentário "O Monstro ao Lado" retrata o dramático processo de julgamento de John Demjanjuk, um pacato cidadão ucraniano que …
7
‘O Irlandês’, de Scorsese, na sua sala
"O Irlandês", filme do diretor Martin Scorsese é lançado na plataforma de streaming Netflix.Com um elenco de tirar o fôlego …
8
‘Inacreditável’: a série da Netflix que veio para surpreender
A série original da Netflix "Inacreditável" é baseada em um caso real e promete te fazer maratonar os 8 episódios …