Últimas notícias:

Loading...

BBB20: Vice-presidente da Mangueira chama Thelma de ‘mucama safada’

O perfil da médica no Instagram se manifestou sobre os ataques racistas e afirmou que toma medidas legais contra as ofensas

Por: Redação

A vice-presidente da escola de samba Mangueira, Guanayara Firmino, chamou a participante do Big Brother Brasil 20 (BBB20) Thelma, de “mucama safada”, em um post no Facebook do compositor da agremiação, Rodrigo Pinho.

Crédito: Reprodução/TVGloboBBB20: Vice-presidente da Mangueira chama Thelma de ‘mucama safada’

A coluna Fábia Oliveira, do portal O Dia, divulgou prints do comentário que gerou revolta contra a sambista.

Crédito: Reprodução/FacebookBBB20: Vice-presidente da Mangueira chama Thelma de ‘mucama safada’

BBB20: Vice-presidente da Mangueira chama Thelma de ‘mucama safada’Com as criticas que recebeu pelo comentário racista, a vice-presidente da Mangueira não se desculpou e criticou a repercussão das suas declarações. “Alô, você! O que escrevo no meu face escrevo em meu nome. Não escrevo como vice-presidente da Mangueira. Falta de assunto é fogo, viu?“, desdenhou a sambista em post no Facebook.

Crédito: Reprodução/FacebookBBB20: Vice-presidente da Mangueira chama Thelma de ‘mucama safada’

Firmino também se manifestou por meio de nota enviada ao jornal ‘Extra’. “A postagem feita, no calor da emoção após a votação, retrata minha indignação pelo preconceito estrutural do País que faz com que alguém tenha o apelido de ‘Babu’, de babuíno, porque quando criança era chamado assim, e que faz com que os negros não se protejam e se cuidem quando são alvejados por atitudes preconceituosas como tem acontecido no programa. Quero deixar bem claro que a minha postura veio da indignação que sinto contra preconceitos de qualquer natureza e que a minha postagem foi assinada em meu perl pessoal, inclusive fechada para meus amigos, não representando qualquer opinião/posicionamento da Estação Primeira de Mangueira ou como membro da diretoria da escola“, disse a vice-presidente da escola de samba.

A Mangueira se posicionou, através de sua assessoria de imprensa. “A Mangueira foi e sempre será contra toda e qualquer forma de racismo”, destacou a escola. Já a equipe de Thelma lamentou: “Ela deveria se envergonhar de ter falado isso, e não com a repercussão. A pessoa à frente de uma escola grande, que aborda temas essenciais fala uma coisas dessas e diz que a página é dela, e ela fala o que quer. Internet não é terra sem lei, e eu espero que ela saiba disso“.

O perfil de Thelma no Twitter se posicionou. “Ela deveria se envergonhar de ter falado e não com a repercussão. A pessoa a frente de uma escola grande, que aborda temas essenciais. Vem, fala um trem desses e diz que a página é dela e ela fala o que quer. Internet não é terra sem lei e eu espero que ela saiba disso”, afirmou em resposta ao post do colunista Hugo Gloss.

“Sou mangueirense de coração e estou completamente arrasada com isso. Do que adianta pintar Jesus Cristo de negro na avenida quando alguém da diretoria se presta a esse papel? Vergonha, Mangueira“, lamentou uma internauta no Twitter.

O perfil da médica no Instagram se manifestou sobre os ataques racistas e afirmou que toma medidas legais contra as ofensas

View this post on Instagram

Não é de hoje que Thelma sofre com comentários criminosos. A equipe sempre esteve mobilizada denunciando-os judicialmente e tentando controlar para que Thelma não tenha que ler essas atrocidades quando sair do programa. Mas hoje chegaram a público comentários preconceituosos que uma vice presidente de escola de samba fez sobre Thelma em suas redes sociais. Os ataques vêm de todos os lados, Thelma é atacada inclusive por pessoas negras que acabam reproduzindo um comportamento discriminatório. Quando se fala sobre a solidão da mulher negra é disso que – também – se trata. Por que Thelma é atacada? Por que Thelma recebe comentários a chamando de preta com alma branca? Por que a xingam de mucama? Por que a chamam de escrava de branca? São ataques diários e nossa preocupação maior é saber que aqui fora ela terá que enfrentar esses comentários absurdos. Hoje, estamos aqui por ela, tentando fazer justiça, mas sabemos que, em breve, a situação pode piorar, até porque piora cada dia mais. Diariamente, Thelma tem sua identidade colocada à prova pelo simples fato de não seguir um padrão comportamental… por que isso é culpa dela? A mulher preta tem percalços diários! É injusto querer colocar Thelma dentro um padrão pré estabelecido (por quem?). E, se ela não se encaixar, ela é colocada de escanteio e não é abraçada. Sua luta contra racismo abraça Thelmas da vida? Sua luta contra machismo abraça Thelmas da vida? #Respeito #TeamThelma

A post shared by Thelma Assis 🎭 (@thelminha_assis) on

Declarações racistas, infelizmente, ainda são comuns no Brasil, mas também é crime e pode levar a pessoa racista para a cadeia. Se você for vítima de um ataque, verbal, físico, psicológico, ou de qualquer forma, não se cale. Denuncie!

Como denunciar racismo

Racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89 e deve sempre ser denunciado, mas muitas vezes não sabemos o que fazer diante de uma situação como essa, nem como denunciar, e o caso acaba passando batido.

Para começar, é preciso entender que a legislação define como crime a discriminação pela raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, prevendo punição de 1 a 5 anos de prisão e multa aos infratores.

A denúncia pode ser feita tanto pela internet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais, como as Delegacias de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que funcionam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

No Brasil, há uma diferença quando o racismo é direcionado a uma pessoa e quando é contra um grupo. Confira aqui a diferença e saiba quando se deve denunciar uma atitude racista.

Acompanhe a página especial do BBB20 na Catraca Livre e fique por dentro de tudo que rola na casa mais vigiada do Brasil!