Carla Vilhena fala sobre polêmica com Maju e acusações de racismo

A jornalista Carla Vilhena falou de seus comentários polêmicos sobre Maju Coutinho, pela primeira vez, em entrevista ao A Tarde é Sua, nesta quarta-feira,

Por: Redação

A jornalista Carla Vilhena falou de seus comentários polêmicos sobre Maju Coutinho, pela primeira vez, em entrevista ao A Tarde é Sua, nesta quarta-feira, 14.

Carla Vilhena criticou a postura de Maria Julia Coutinho no Jornal Hoje, durante a cobertura da morte do diretor Jorge Fernando. A jornalista usou o Twitter para proferir as críticas. Mas a repercussão foi negativa e muita gente a acusou de racista nas redes sociais, ao ponto dela apagar a publicação e postar um pedido de desculpa a Maju.

carla vilhena e maju coutinho
Crédito: ReproduçãoCarla Vilhena fala de seus comentários polêmicos sobre Maju Coutinho

“Eu jamais, nunca faria algo para magoar alguém, principalmente a Maju, uma pessoa tão doce e maravilhosa. Eu sou professora de vários jornalistas em formação, pessoas que querem trabalhar na TV. Naquele momento, a professora falou mais forte”, justificou Carla Vilhena.

Segundo a jornalista, ela errou e reconheceu que Maju não é só uma pessoa, ela é um símbolo da luta antirracista na televisão. “Eu errei em não avaliar o que e de quem eu estava dizendo. Não é uma pessoa comum, é o símbolo de uma luta de pessoas que se espelham na Maju e sofrem no dia a dia discriminações absurdas, cruéis”.

Carla Vilhena sustentou que não teve pretensões racistas com os comentários. “Quem acompanhou minha trajetória sabe que eu nunca cometeria nenhum tipo de discriminação, principalmente racismo, que é um crime”,

Ela diz tirou uma lição do episódio. “Isso tudo me fez ver como as pessoas sentem uma dor tão grande do seu dia a dia, da crueldade cometida com muitas pessoas nesse país, e voltaram a munição contra alguém que está do lado delas. Eu não reconheci ali um símbolo, eu tratei uma pessoa como pessoa.

Mas ao finalizar mostrou que ainda tem muito a aprender. “Exatamente por não ter nenhum resquício de racismo na minha existência é que não olhei a cor da pele”, disse a jornalista.

Não olhar para Maju e ver ali toda história de luta contra o preconceito, a opressão, por igualdade e dignidade humana, é um problema. Ignorar a existência da luta antirracista por que iria fazer ‘críticas construtivas’, não torna a atitude menos racista, muito pelo contrario.

1
A eterna campanha para desqualificar ‘Democracia em Vertigem’
A menos de uma semana do Oscar, o documentário “Democracia em Vertigem” volta a ser alvo de ataques. Desta vez, …
2
Democracia em Vertigem é indicado ao Oscar; confira outros finalistas
Finalmente foi divulgada a lista dos finalistas ao Oscar 2020 e uma das grandes surpresas para nós brasileiros foi a …
3
Davi (ex-Banda Uó) indica seus lugares favoritos em SP
Qual a relação entre uma batalha de vogue e o bairro oriental da Liberdade? Na cidade de São Paulo vivida …
4
Cenas de machismo que não queremos ver novamente no próximo BBB
Entramos na contagem regressiva para a estreia da 20ª edição do Big Brother Brasil (BBB), prevista para ir ao ar …
5
Adoniran Barbosa ganha documentário sobre sua vida e obra
Finalmente Adoniran Barbosa ganhará uma homenagem à altura de seu talento. O documentário "Adoniran - Meu Nome É João Rubinato" …
6
Netflix: ‘O Monstro ao Lado’ mostra os caminhos tortuosos da justiça
O documentário "O Monstro ao Lado" retrata o dramático processo de julgamento de John Demjanjuk, um pacato cidadão ucraniano que …
7
‘O Irlandês’, de Scorsese, na sua sala
"O Irlandês", filme do diretor Martin Scorsese é lançado na plataforma de streaming Netflix.Com um elenco de tirar o fôlego …
8
‘Inacreditável’: a série da Netflix que veio para surpreender
A série original da Netflix "Inacreditável" é baseada em um caso real e promete te fazer maratonar os 8 episódios …