Últimas notícias:

Loading...

CNN Brasil contrata jornalistas demitidas da Record após polêmica de racismo

Em nota, a emissora diz que que não há nenhuma acusação formal contra os profissionais

Por: Redação

A CNN Brasil contratou duas jornalistas que haviam sido demitidas pela Record Brasília após postagens com cunho racistas virem à tona em uma rede social.

De acordo com a coluna do Leo Dias, no UOL, as jornalistas são as repórteres Rachel Vargas e Gabrielle Varelle.

Crédito: DivulgaçãoEm nota, a CNN Brasil diz que que não há nenhuma acusação formal contra os profissionais

João Beltrão, que era diretor de jornalismo da emissora do bispo Edir Macedo, também foi desligado e também foi contratado pelo canal de notícias.

Segundo o colunista do UOL, Beltrão foi demitido por não ter tomado nenhuma medida em relação ao caso.

No grupo, chamado de “Resistência”, as jornalistas trocavam mensagens com insinuações maldosas sobre a aparência de colegas negros que integravam a redação.

Uma das jornalistas chama uma colega negra de “Patolino”, uma referência ao pato preto da animação “Looney Tunes”, e outra compara os lábios da vítima com ânus.

As mensagens racistas foram denunciadas pelo blog Mundo Negro, que foi procurado por funcionários da Record TV Brasília, com prints de conversas de Whatsapp de jornalistas, incluindo uma correspondente internacional, que estariam usando o na rede social para difamar e fazer “piadas” sobre um jovem negro que trabalha na sede da emissora em Brasília.

Em nota ao colunista Leo Dias, a CNN Brasil diz que que não há nenhuma acusação formal contra os profissionais.

Compartilhe:

Tags: #Racismo #TV