Últimas notícias:

Loading...

Contra a Lei Rouanet, Zé Neto fatura R$ 3 milhões com dinheiro público

Só no show de Sorriso, no Mato Grosso, em que ele criticou a Lei Rouanet e Anitta, a Prefeitura pagou R$ 400 mil para a dupla sertaneja

Por: Redação

Após se envolver em polêmica criticando a Lei Rouanet e Anitta, Zé Neto já faturou mais de R$ 3 milhões com dinheiro público apenas fazendo shows contratados por prefeituras pelo Brasil. O jornalista Demétrio Vecchioli fez um levantamento simples e descobriu a quantia paga ao sertanejo, que faz dupla com Cristiano.

Contra a Lei Rouanet, Zé Neto fatura R$ 3 milhões com dinheiro público
Crédito: Reprodução/Instagram @zenetoecristianoContra a Lei Rouanet, Zé Neto fatura R$ 3 milhões com dinheiro público

A crítica de Zé Neto aconteceu na última quinta-feira, 12, durante um show na cidade de Sorriso, em Mato Grosso. Com o discurso, ele apoiou a decisão do presidente Jair Bolsonaro (PL) em vetar a lei que repassa verbas ao setor cultural.

“Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta e o Brasil inteiro canta com a gente”, disse Zé Neto.

Mas, devido a esse show mesmo em que ele usou de palanque para criticar a Lei Rouanet e a cantora Anitta, a dupla faturou R$ 400 mil.

O jornalista ainda postou este e outros contratos que ele diz ter achado em uma simples busca no Google. Os documentos revelam valores de R$ 250 mil de Itabaiana (SE), R$ 253 mil de Colina (SP), R$ 320 mil em Uruana (GO) e mais outros. Somando tudo que encontrou, os valores chegam a R$ 3 milhões.

“É errado receber dinheiro publico pra fazer show? Não é. É lazer pra população. Mas, se vai cagar regra contra a Rouanet, então abre mão dessa grana. Senão é demagogia”, disse o jornalista.

Diferença entre repasses de dinheiro público

Quando o contratação de um artista é feita através de uma Prefeitura, o processo para realizar o repasse do dinheiro público é mais simples. O órgão municipal demonstra interesse, o artista estipula um valor do show e a Prefeitura simplesmente paga à empresa indicada, sem licitações, com dinheiro do cofre público.

Já no caso da Lei Rouanet, funciona de uma forma totalmente diferente. Por exemplo, um artista precisa de verba para gravar um clipe. Para ele receber esse dinheiro, é preciso que ele mande em detalhes 3 orçamentos na solicitação, incluindo o tempo que gastará gravando, quanto cada pessoa envolvida irá receber, o aluguel do local da gravação e etc. Caso seja aprovado pelo governo, o projeto passa a ficar apto a receber doações de empresas privadas. O valor da Lei Rouanet vem da dedução de impostos das empresas.

Compartilhe:

?>