Últimas notícias:

Loading...

Dani Calabresa volta a falar sobre caso Marcius Melhem: ‘Em segredo de Justiça’

"Há dores que não valem a pena carregar. Remoer é a pior coisa do mundo. Estou mais leve", disse

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Após denunciar Marcius Melhem por assédio moral e sexual, Dani Calabresa diz estar mais tranquila com todo o processo. A denúncia veio a público em dezembro de 2020, mas os episódios contados pela humorista aconteceram em 2017. Os relatos feitos ao departamento Compliance da Globo ocorreram em janeiro de 2020.

Dani Calabresa volta a falar sobre caso Marcius Melhem: 'Em segredo de Justiça'Dani Calabresa volta a falar sobre caso Marcius Melhem: ‘Em segredo de Justiça’

“A gente vive tanta coisa que consegue diferenciar o que é grave, imperdoável, inadmissível. […] Há dores que não valem a pena carregar. Remoer é a pior coisa do mundo. Estou mais leve. Quer dizer, não faço ioga, como fritura, não estou no ‘paz e amor’ total, mas estou menos rancorosa. E isso é uma coisa maravilhosa”, disse a comediante em entrevista ao jornal O Globo.

De acordo com a reportagem da revista Piauí, que detalhou a história, a comediante falou com Mônica Albuquerque, ex-diretora do Departamento Artístico da Globo, a respeito do comportamento de Melhem. No entanto, quando a atriz descobriu que o ex-chefe só recebeu uma recomendação para fazer terapia e tratar tais assuntos, ela resolveu falar com o ex-diretor de entretenimento, Carlos Henrique Schroder.

Depois de meses de investigação e o reforço de novos depoimentos de outras pessoas o acusam de assédio também, Marcius Melhem foi afasto em março e demitido de vez em agosto. Em nota na época, a emissora disse que o ex-funcionário abriu mão do trabalho para cuidar do tratamento da filha no exterior, sendo assim encerrado o contrato de comum acordo de ambas partes. Neste caso, não teve menção alguma sobre o caso de Calabresa.

Ainda na entrevista com jornal, a atriz contou que após o caso parar na esfera judicial, tudo está dolorido e muito íntimo: “O que posso falar é que fui na ouvidoria do Ministério Público. Então, agora, está em segredo de Justiça”, pontuou ela.

Dani Calabresa disse que ainda lida internamente com os episódios: “Eu me considero emotiva, dramática, mas também amorosa e leal. Perguntam se sou vingativa, porque sou escorpiana. Nunca planejei nem comemorei uma dor de alguém. Mas percebia que era rancorosa, esticava a corda. Hoje, tenho uma ‘bananice’: adoro ficar bem”, completou.

Compartilhe: