Desabafo de Viola Davis escrachando o racismo estrutural viraliza

"Eu tenho que lutar pelo meu valor. É isso que sinto que estou fazendo", disse Viola.

Por: Redação

O desabafo de Viola Davis escrachando o racismo estrutural, no qual a atriz fala sobre discriminação e desigualdade salarial na indústria do cinema, em fevereiro de 2018, durante entrevista à  jornalista Tina Brown, viralizou na web de novo, nesta quarta-feira, 1º, em meio à protestos contra a conduta de Hollywood. Desde que as gigantescas manifestações pós assassinato de George Floyd tomaram às ruas dos EUA, o tema voltou ao debate no país.

viola davis racismo
Crédito: Reprodução/TwitterDesabafo de Viola Davis escrachando o racismo estrutural viraliza

“Você me paga o que mereço”, disse Viola Davis na época, em um evento em Los Angeles, organizado pela Women in the World, uma organização recentemente fechada que apoiava mulheres na liderança. Embora a conversa tenha sido amplamente abordada na época, ela volta a viralizar por se manter completamente atual.

“Eu tenho que lutar pelo meu valor. É isso que sinto que estou fazendo”, disse Viola. “Eu consegui o Oscar, o Emmy, os dois Tonys. Fiz Broadway, fiz fora da Broadway. Fiz TV, fiz filme. Fiz tudo isso Eu tenho uma carreira que provavelmente é comparável a Meryl Streep, Julianne Moore, Sigourney Weaver. Todas elas vieram de Yale, de Juilliard, de NYU. Eles percorreram o mesmo caminho que eu, e ainda assim não estou nem perto delas. Nem perto do dinheiro, nem perto das oportunidades de trabalho, nem perto disso “.

“Mas eu tenho que pegar o telefone e escutar: ‘Você é a Meryl Streep negra’. ‘Não há ninguém como você.’ Ok, então se não há ninguém como eu – e você acredita nisso – você vai me pagar o que eu mereço”, finalizou Viola Davis.

As palavras de Viola estão em consonância com as pautas apresentadas recentemente pela carta aberta do ‘Hollywood 4 Black Lives’, que foi assinada por mais de 300 artistas e executivos negros, inclusive Davis. A carta pede à indústria que mude questões sistêmicas, incluindo as diferenças salariais, falta de representação no nível de liderança e a desvalorização de projetos liderados por negros.

Os comentários de Davis ressurgiram à medida que o protesto ‘Hollywood 4 Black Lives’ ganha repercussão nos EUA e no resto do mundo, chegando até ao Brasil. O nome da atriz ficou entre os assuntos mais comentados do dia, no Twitter, com esse discurso.