Últimas notícias:

Loading...

Felipe Neto defende SUS após ir à consulta nos EUA sair R$ 17 mil

"Estados Unidos é uma vergonha", afirmou o youtuber

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O youtuber Felipe Neto saiu em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), em posts no seu perfil no Twitter, nesta quinta-feira, 1º, após revelar que durante sua estadia nos Estados Unidos em 2019, foi obrigado a pagar R$ 17 mil por uma consulta médica de 5 minutos em que o profissional apenas receitou um anti-inflamatório.

Felipe Neto
Crédito: Reprodução/InstagramFelipe Neto defende SUS após ir à consulta nos EUA sair R$ 17 mil

“Ano passado fiquei doente nos EUA e fui ao hospital. O médico me atendeu por cinco minutos e me passou anti-inflamatório. Me cobraram US$ 800! Paguei”, contou Felipe Neto.

“Dois meses depois, me mandaram cobrança residual de US$ 16. Paguei. Dois meses depois, disseram que faltou pagar US$ 500. Não paguei”, afirmou o youtuber.

Felipe Neto ainda mostrou que seguiu recebendo cobranças pela consulta. Desta vez, mais de US$ 2,2 mil.

“Mandei e-mail pra eles perguntando que tipo de máfia eles estão operando. Copiei meus advogados no e-mail e deixei para eles conduzirem a partir de agora. Estados Unidos é uma vergonha quando se trata de saúde pública. DEFENDAM O SUS”, escreveu Felipe Neto.

Nos Estados Unidos não existe sistema de saúde gratuito como no Brasil. Lá, a população precisa pagar serviço particular, o seguro saúde. Se o cidadão não adere ao serviço privado, ao precisar de atendimento médico, ele recebe para emergências, mas a fatura chega em sua casa, na sequência.

Veja as publicações: