Últimas notícias:

Loading...

Irmão de Bruno Gagliasso detona campanha contra Bolsonaro: Mimimi

O ator criticou principalmente as atrizes da Globo, chegando a utilizar termos insultuosos como "retardada"

Por: Redação
thiago gagliasso e bruno gagliasso
Crédito: Reprodução/InstagramThiago Gagliasso, irmão de Bruno Gagliasso, apagou postagem polêmica

O ator Thiago Gagliasso, irmão de Bruno Gagliasso, causou polêmica nas redes sociais após detonar os famosos, principalmente as atrizes da TV Globo, que estão se manifestando contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à presidência da República.

Apesar de se opor ao movimento “Ele Não” e repudiar celebridades que desafiam outros artistas a se pronunciarem contra o ex-deputado, Gagliasso fez questão de salientar que não vota no militar aposentado – pelo menos não no primeiro turno -, mas sim em João Amoêdo, do partido Novo.

“Então, vamos falar sobre umas verdades?! Antes de mais nada gostaria de ganhar ‘imunidade’ [vou votar no Amoêdo]. Não! ‘#EleNão’??? só isso que vocês falam? Deixa ele. Lembra da campanha do balde de gelo!? ‘Amiga eu não voto em candidato que é homofóbico, que quer violência, que MIMIMI. AGORA EU DESAFIO A ‘@minhaamiga’ ‘@retardada’ ‘@nuncaestudou’”, escreveu ele, em tom de ofensa ao movimento criado por Mulheres contra Bolsonaro.

thiago gagliasso
Crédito: Reprodução/RecordTVThiago Gagliasso criticou celebridades, principalmente as atrizes da Globo, que protestam contra Bolsonaro

“Galera, não precisa mais estudar pra se formar em ciências políticas, basta um curso do Wolf Maia [diretor da TV Globo e que monitora um curso de teatro para atores em formação], nunca vi tanta gente entender de política como no Projac, uma vez a cada 4 anos, porque em 3 em 3 são protetoras de animais, do meio ambiente, etc (gladiadores do canudo de papel)”, ironizou Thiago Gagliasso.

“Mas se botar uma provinha básica de história do Brasil… média 0.5! O que uns likes e seguidores não faz? Formadores de opinião. Os: essa peça foi através de marcas que apoiaram! #LeiDaVergonhaNaCara17. Se a cada #EleNão abrisse empresa… pra não pagar pessoa física, né”, completou o ator, que, pouco tempo depois, deletou a postagem.

Com informações do site TV Foco

Compartilhe:

?>