Últimas notícias:

Loading...

Michelle Barros fica revoltada com caso de racismo: ‘Humilhação’

"Qual é a razão de submeter uma pessoa a um constrangimento tamanho? É por causa da cor da pele? O que leva a isso?", questionou a jornalista

Por: Redação

Durante o “Bom Dia SP” desta segunda-feira, 9, Michelle Barros ficou revoltada com um caso de racismo que aconteceu em uma rede de atacados em Limeira, no interior de São Paulo. A apresentadora reagiu ao vídeo em que Luis Carlos da Silva, um homem negro, é obrigado a provar que não roubou nada do estabelecimento. “É chocante, inacreditável”, disse ela, com a voz embargada.

Michelle Barros fica revoltada com caso de racismo: 'Humilhação'
Crédito: Reprodução/TV GloboMichelle Barros fica revoltada com caso de racismo: ‘Humilhação’

“O homem tenta desesperadamente provar que não furtou nada”, noticiou Michelle, ao chamar a reportagem. No final do vídeo, a âncora quase não acreditou no que assistiu. “O vídeo continua, e mais funcionários da rede Assaí chegam ao local onde esse homem de 56 anos passa por momentos de angústia”, narrou, emocionada.

“Isso é humilhação!”, se revoltou ela. “A esposa [da vítima] disse que ele foi ao atacadista na sexta-feira, 6, conferir os preços, e aí foi abordado quando saiu da loja”, explicou. Michelle disse ainda que, segundo o advogado do homem, o caso foi registrado na polícia como “constrangimento”, já que no vídeo não existem provas de que tenha sido injúria racial.

“A situação do cidadão”, falou a jornalista, no momento em que o homem tirou toda a roupa para mostrar que não havia furtado nenhum produto. “Desculpe-nos, você aí de casa, por ter que mostrar uma coisa dessas. Desculpe, ao senhor, por ter que expô-lo assim”, pediu a âncora.

Michelle informou que o caso será investigado e que o Assaí vai abrir um processo para tomar conhecimento do que aconteceu e entrará em contato com o cliente, além de ter afastado todos os funcionários envolvidos no caso. “A empresa reforça que não adota e nem orienta qualquer forma de abordagem constrangedora a clientes”, anunciou.

“Qual é a prova? Qual é a suspeita? Qual é a razão de submeter uma pessoa a um constrangimento tamanho? É por causa da cor da pele? O que leva a isso?”, questionou a apresentadora.

Confira um trecho

Compartilhe: