Últimas notícias:

Loading...

Orgulho LGBTQIA+: Ao vivo, jornalista da Globo recebe surpresa do marido

"Que a gente possa dar voz às minorias, às pessoas que são oprimidas", afirmou o repórter Ádison Ramos

Por: Redação

Nesta segunda-feira, 28, o jornalista Ádison Ramos recebeu uma surpresa do marido, em homenagem ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, na primeira edição do RJTV primeira edição, na TV Globo, no Rio de Janeiro.

Jornalista globo orgulho lgbtqia+
Crédito: Reprodução/TVGloboOrgulho LGBTQIA+: Ao vivo, jornalista da Globo recebe surpresa do marido

O jornalista estava num link ao vivo na rua, quando a âncora do RJTV, Ana Paula Mendes, pediu que ele olhasse para trás. Sem entender direito o que estava acontecendo, ao se virar, ele viu seu  marido chegando enrolado em uma bandeira com as cores do arco-íris, símbolo do orgulho LGBTQIA+ e carregando um buquê de flores.

Em seguida, Ádison se emociona, e passa a palavra para o marido, Hugo que afirma: “Como a gente já está tão acostumado a receber tanta pedra normalmente, fica aí um símbolo de afeto para dar esse acalento para mim. Eu também estou muito emocionado, porque… Era inimaginável fazer isso quando eu era mais jovem”.

“Estar aqui, podendo me orgulhar da minha relação, me orgulhar desse momento, é algo assim… De verdade, eu fiquei nervoso desde a hora em que a Ana Paula falou comigo hoje cedo”, continuou Hugo.

“E espero que você esteja feliz como eu, e que todas as pessoas que não podem de alguma forma ter a voz ouvida, que pelo menos sintam que tem gente levando essa visibilidade, ou tentando, na medida do possível”, ressaltou.

O jornalista então afirmou: “Eu estou muito feliz. Você me faz feliz, fico muito feliz de poder ocupar esse espaço, que é um espaço de visibilidade. Eu sei que às vezes a gente não representa todas as letras dessa sigla tão importante, tão bonita, mas que a gente possa dar voz às minorias, às pessoas que são oprimidas”.

Em seu perfil no Twitter, Adilson compartilhou o vídeo do momento e afirmou: “Foram anos sofrendo violências por causa da minha sexualidade. Dores que ajudaram a construir quem eu sou. Hoje, meu MARIDO me homenageou, ao vivo, no RJ1. Tudo que vivi veio à tona, se transformou em lágrimas. Um choro de felicidade e de alívio por ter sobrevivido. Viva o amor”.