Os jovens estão realmente mais abertos ao poliamor ou só curtem trair?

“Vivemos na geração do não estar apaixonado, de não estar juntos. Mas parece que estamos juntos, porque temos medo de nos vermos com outra pessoa.”

“Vivemos na geração do não estar apaixonado, de não estar juntos. Mas parece que estamos juntos, porque temos medo de nos vermos com outra pessoa.”

Drake disse isso quase cinco anos atrás. Ele estava certo na época, e essa sabedoria se mantém até hoje. Essa letra é especialmente relevante na minha vida e na vida dos meus colegas que gostam de postar fotos no Instagram com legendas piegas do Tumblr, porque o problema romântico da minha geração é simples: odiamos que nos magoem, mas provavelmente magoamos alguém no processo.

Essa juventude — os famigerados millennials — foram rotulados pela mídia como “poliamorosos”: uma compulsão por dormir com e/ou namorar com várias pessoas. Alguns acreditam fortemente no conceito — dizendo que isso é “retornar à natureza humana”, para uma época antes que a imagem do casamento ocidental fizesse todo mundo acreditar em amor verdadeiro e anéis de diamantes. Outros acham que é só uma desculpa para trair, um subproduto de uma geração muito entusiasta de transar no primeiro encontro.

Não há dados que apoiem a correlação entre o aumento dos relacionamentos abertos e o nascimento da geração millennial, mas é difícil argumentar que a popularidade de aplicativos como Tinder e Grindr não é um sinal dos tempos. (continue lendo aqui)

1 / 8
1
03:58
Netflix: ‘Cuba e o cameraman’ registra a história nua e crua de Cuba
"Cuba e o Cameraman", de 2017, disponível na Netflix, é um registro de centenas de horas de gravações feitas por …
2
03:56
Netflix: ‘Capitão Fantástico’ é inspiração para a família toda
Chegou na Netflix o filme “Capitão Fantástico”, que faz sucesso entre adultos e crianças. Você vai se inspirar com a história …
3
05:57
15 memes imperdíveis sobre o governo Bolsonaro
Já ouviu falar em deep fake? A tecnologia usada para colocar o rosto de uma pessoa em outra em um …
4
05:57
Netflix: ‘Olhos que condenam’, quando a justiça não é cega
"Olhos que condenam" é uma minissérie com 4 episódios que conta a história real de um dos maiores e mais …
5
02:59
A origem dos filmes da Disney
No vídeo de hoje, a nossa correspondente Taty Leite, do Canal Vá Ler um Livro, conta sobre como os filmes …
6
01:17
Conheça as obras de Robert Mapplethorpe
O jornalista Gilberto Dimenstein foi ao museu Guggenheim, em Nova Iorque e comenta a carreira do fotógrafo Robert Mapplethorpe, que …
7
03:04
Netflix: comédia argentina fala sobre arte e amizade
O cinema argentino nos brinda com mais um grande filme, disponível agora na Netflix. “Minha obra-prima” é um filme para …
8
08:10
Netflix: 4 documentários imperdíveis para repensar a vida
A Netflix disponibiliza documentários sobre variados temas e então decidimos fazer uma seleção de quatro títulos que convidam o espectador …