Patricia Pillar critica criança com arminha no colo de Bolsonaro

Assim como muitos brasileiros, a atriz ficou indignada com uma criança sendo incentivada a segurar arma

Por: Redação
Crédito: Reprodução/ TV Globo“Que mentalidade macabra é essa? Não reconheço este Brasil”, postou Patricia Pillar.

Após a polêmica do presidente Jair Bolsonaro (PSL) pegar no colo uma criança vestida de farda da polícia militar e segurando uma arma de brinquedo, a atriz Patrícia Pillar foi uma das celebridades que criticaram o fato.

“Que mentalidade macabra é essa? Não reconheço este Brasil”, postou ela em sua conta no Twitter.

O caso ocorreu durante durante a cerimônia de formatura de sargentos da PM de São Paulo, no Sambódromo do Anhembi, na zona norte da capital.

Ao apontar a arma para o alto, o menino recebeu um sinal de positivo do presidente da República, que foi aplaudido pelo público diversas vezes e tirou selfies com os policiais e seus familiares. “Outros que me antecederam criticaram as atuações dos policiais. Eu os saúdo e os louvo. Aqui, lá e em qualquer lugar do Brasil e do mundo. Reconheço o heroísmo de vocês”, declarou em seu discurso.

O artigo 26 do Estatuto de Desarmamento proíbe a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo.