Pedro Bial detona o filme indicado ao Oscar ‘Democracia em Vertigem’

Mesmo criticando, o apresentador acredita que o filme tem grandes chances de ganhar a estatueta

Por: Redação

Pedro Bial detonou o filme brasileiro indicado ao Oscar 2020, “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, durante entrevista ao programa Timeline, da Rádio Gaúcha. Segundo o jornalista e apresentador, o documentário que retrata o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a prisão de Lula (PT) é “insuportável”.

pedro bial filme democracia vertigem oscar
Crédito: Reprodução/TVGloboPedro Bial detona o filme indicado ao Oscar ‘Democracia em Vertigem’

Para Bial,  a “narração miada, insuportável, onde ela [Petra Costa, além de dirigir, também narra a obra] fica choramingando o filme inteiro”.

“É um filme de uma menina dizendo para a mamãe dela que fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens e a inspiração de mamãe, somos da esquerda, somos bons, não fizemos nada, não temos que fazer autocrítica. Foram os maus do mercado, essa gente feia, homens brancos, que nos machucaram e nos tiraram do poder, porque o PT sempre foi maravilhoso e Lula é incrível”, ironizou Pedro Bial.

Militante contra a ditadura militar, a mãe de Petra Costa faz uma aparição no ‘Democracia em Vertigem’, Para o apresentador essa passagem “é uma ficção alucinante. É mais que maniqueísmo, é uma mentira”, salientou Pedro Bial.

Mesmo com tantos defeitos apontados pelo apresentador, Bial acredita que o filme de grandes chances de levar a estatueta. “É uma história bem contada”, disse. “Depois que vi Indústria Americana [outro filme indicado], acho que a Academia dá o prêmio ao filme brasileiro”. Alem de ‘Democracia em Vertigem’, o jornalista acredita que o filme sírio, ‘For Sama’ tem grande potencial na categoria documentário.

Após as criticas, Pedro Bial elogiou a diretora. “Eu acho bacana que ela possa fazer o filme dela, é uma ótima cineasta. Elena [de 2012], o primeiro filme dela, é bem urdido, profundo, bem contado”, disse.